Verde Asset faz autocrítica e admite erro de avaliação de crise em carta

Marcello Sigwalt
null

Crédito: Site Capital Fundos

“Os fundamentos do nosso erro se somaram ao fato de que os mercados globais passam por uma enorme crise de liquidez”, escreveu em carta divulgada nesta sexta-feira (20), a Verde Asset Management, uma das maiores gestoras do país, lideradas por Luis Stuhlberger.

Na carta, a gestora faz autocrítica às previsões mais otimistas de fevereiro. Segundo o documento, o cenário atual mostra que “todos os ativos considerados “seguros” (ouro, Treasuries, etc.) estão caindo de preço junto com os ativos de risco (ações, dívida, etc.), mostrando uma corrida desenfreada por liquidez”.

Mercado “machucado”

A Verde admite que “o ciclo vicioso de crédito está piorando e machucando o mercado acionário”. “Tudo isso exacerba de maneira importante a deterioração de sentimento e de preços”, assinala.

Ao mesmo tempo, a Verde Asset reconhece  que a “reação dos governos, após a hesitação inicial, também tem sido forte, mediante estímulos fiscais dos EUA, da ordem de U$ 1 trilhão, além do que se espera por parte da Europa e da China”.

A gestora menciona, também, a atuação dos “banqueiros centrais, no sentido de cortar juros e anunciarem programas de expansão de balanço de magnitudes sem precedentes”.

Horizonte curto

A conclusão é que a “incerteza econômica trazida pelos seguidos ‘lockdowns’ mundo afora faz com que o horizonte de investimentos de todos seja reduzido ao máximo”, mas acrescenta: “Já vimos isso em 2008 e outras crises. Esta é a oportunidade”.

Mesmo reconhecendo que “teremos impactos econômicos sérios”, a Verde Asset ressalva que as “correções em curso mais do que refletem tais impactos”.

Ao mesmo tempo, a empresa destaca “a combinação de social distancing, tratamentos para a Covid-19 (anti-virais, antiinflamatórios e vacinas), além de medidas fiscais e monetárias, que vão permitir atravessar o período de volatilidade atual”. Para a Verde, “a China e a Coreia do Sul mostraram o caminho”.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Maiores perdas

A carta aponta que “as perdas se concentram no mercado acionário, dada a magnitude das quedas tanto no Brasil quanto exterior”, com destaque para os impactos das taxas de juro real ao longo da curva, no caso dos fundos de renda fixa”.

Apesar da crise, a Verde diz que está “sendo mantida a exposição a ações no Brasil e na curva de juros real, focado entre a parte intermediária e longa” e que “os fundos multimercados da Verde mantêm a exposição ao mercado acionário americano”.

Neste item, a consultoria visualiza “a melhor combinação de poder de fogo fiscal e monetário com lucratividade das empresas”.

Expectativa muda

De modo diverso do divulgado no relatório mensal de fevereiro, a Verde Asset alterou inteiramente sua expectativa em torno da intensidade do contágio global pela Covid-19, nome científico do novo coronavírus.

Há dez dias, ao comentar os efeitos da pandemia global, a visão da empresa era de que “os mercados tendem a estabilizar, conforme as taxas de crescimento do número de novos casos desaceleram”.

“Essa visão (de fevereiro) em grande medida continua válida, mas analisando nosso processo decisório recente, cometemos um erro importante: começamos a comprar muito cedo”, admite.

Argumentos questionados

Entre os argumentos, ora questionados, a gestora diz que “atribuímos peso relevante ao binômio temperatura/umidade, com base no número de casos baixíssimo de lugares como Tailândia, Cingapura e Indonésia”.

Ela acrescenta que “com isso acreditávamos que, por volta de maio, o número de casos iria retrair de maneira importante, e portanto, os mercados iam conseguir atravessar o período mais agudo de março-abril sem grande pânico”.

Como se sabe, a reação dos mercados foi bem outra.

A Verde Asset, igualmente reviu sua previsão no que toca à expansão da pandemia, segundo a crença de que “conforme as temperaturas no Hemisfério Norte subam, a doença deveria refluir”.

Opção política

Em outra avaliação, também no mês passado, a consultoria havia previsto que os Estados Unidos – maior economia do planeta – fariam uma “opção política de demorar a testar as pessoas”.

A gestora ressalta que o maior número de fatalidades na Itália – que possui uma parcela expressiva de idosos – serviu para “ligar o alerta” no Ocidente, que acabou se antecipando na adoção de medidas preventivas contra a doença.

Esse fato, prossegue o documento, fez com que a Verde Asset adotasse a estratégia de recomendar o “aumento das posições de ações do fundo aos poucos, focando no mercado acionário americano, que consideramos mais resiliente”.