Venda de veículos novos sobe quase 14% em março no Brasil, diz Fenabrave

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Divulgação

O setor automotivo no Brasil apresentou um bom crescimento em março, e emplacou quase 14% a mais de veículos novos do que em fevereiro, segundo a Fenabrave.

Os dados divulgados nesta terça-feira, 6 de abril, apontaram que os licenciamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no País registraram alta de 13,16% no comparativo com o mês passado e de 15,78% em relação a março de 2020.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

No total, foram emplacados 189.405 novas unidades, com o principal destaque ficando para o segmento do s caminhões, cujas vendas subiram 40% no comparativo com fevereiro.

Os emplacamentos de ônibus, por sua vez, foram 5% maiores em março do que no mês anterior.

A Fenabrave informou que houve queda no comparativo entre os três primeiros meses de 2021 e o mesmo período de 2020, época pré-pandemia. A queda foi de 5,4% de um ano para o outro, com 527.193 unidades emplacadas no total.

Apesar da alta nos números no comparativo com fevereiro, a entidade preferiu alertar que os problemas enfrentados pelo setor seguem prejudicando o mercado.

“Todos os segmentos automotivos continuam sofrendo com problemas de abastecimento de produtos pela indústria, afetada pela falta de peças e componentes, e pela paralisação da produção, em algumas unidades fabris”, afirmou a entidade em comunicado à imprensa.

Segundo a Fenabrave, a previsão inicialmente feita para o setor, de que as vendas de veículos novos subirão cerca de 16% no ano, está mantida.

Grupo Stellantis lidera ranking de veículos

O grupo Stellantis, formado por Fiat, Peugeot, Jeep e Citroen, está na frente no quesito venda de veículos em 2021, segundo a Fenabrave.

Até agora, entre janeiro e março, foram emplacados 102.432 carros e comerciais leves da Fiat (20,6% do mercado), 33.997 utilitários da Jeep, 4.635 veículos da Peugeot e 3.056 da Citroen, marcas francesas do conglomerado.

A Volkswagen, por sua vez, ficou na segunda posição no acumulado, com emplacamentos de 85.999 novos carros e comerciais leves, além de mais 1.529 da marca Audi, que também faz parte do grupo.

Completam a lista de marcas com veículos mais vendidos a Motorola, que emplacou 74.813 automóveis e comerciais leves de janeiro ao fim de março, e a Hyundai, com 47.094 emplacamentos.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.