Vale (VALE3) adota protocolo de emergência em mina de Minas Gerais

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Crédito: Divulgação

A Vale informou que deu início, de forma preventiva, ao protocolo de emergência em Nível 1 do dique Borrachudo II, da Mina Cauê, localizado em Itabira (MG).

De acordo com comunicado ao mercado, esse protocolo não requer a evacuação da população a jusante da barragem e é uma medida preventiva e com o objetivo de analisar melhor as condições atuais de drenagem. A ação foi acertada, segundo a Vale, com órgãos de fiscalização externos.

A Declaração de Condição de Estabilidade (“DCE”) do dique, que é uma estrutura de pequeno porte, foi emitida em 31 de março último, e permanece válida.

A Vale informa que o acionamento do Nível 1 não altera o plano de produção de 2020.