Monitor CVM: VALE3 antecipa R$ 521 mi a fornecedores; RADL3 informa dividendos

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Foto: Vale terá que restringir transporte de trabalhadores na Malásia

A Vale informou por comunicado ao mercado que já antecipou pagamentos a 1.694 fornecedores de médio e pequeno porte por serviços já realizados e materiais entregues no valor total de R$ 521 milhões desde o início da crise motivada pelo Covid-19.

Até o final de abril, a empresa projeta antecipar mais R$ 411 milhões a aproximadamente 3 mil fornecedores.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A companhia afirma que o objetivo, com esta iniciativa, é usar sua presença na base da cadeia produtiva e capacidade de mobilização para ajudar os fornecedores a enfrentar os impactos da pandemia.

Raia Drogasil (RADL3) distribuirá R$ 20 milhões em dividendos

A Raia Drogasil fará distribuição de dividendos adicionais relativos ao ano de 2019, no valor de R$ 20,171 milhões, o que representa R$ 0,061 por ação. O pagamento será em 31 de maio e seguirá posição acionária do dia 13 de abril. A partir de 14 de abril de 2020, as ações da Companhia passarão a ser negociadas “Ex-Dividendos”.

Ecorodovias (ECOR3) tem redução de 27,1% no tráfego

O tráfego de veículos leves e pesados nas estradas administradas pela Ecorodovias caíram 27,1% no período de 16 de março a 7 de abril em comparação com 18 de março a 9 de abril de 2019.

Os dados se baseiam na cobrança de pedágio e excluem as rodovias Eco135 e Eco050 onde não havia cobrança no mesmo período do ano passado.

Fazem parte do cálculo, que é preliminar, as concessionárias Ecovias dos Imigrantes, Ecopistas, Ecovia Caminho do Mar, Ecocataratas, Ecosul, Eco 101 e Ecoponte. No ano até agora, a queda no tráfego é de 5,7%.

Klabin (KLBN3) aumenta capital em controlada

A Klabin informa que realizou acordos para aumento de capital de sua controlada Saporema Reflorestadora, parceria com uma Timber Investment Management Organization.

De acordo com a companhia, a empresa tem efetuado compra de áreas para a expansão florestal no Estado do Paraná em prazo menor do que o cronograma original.

A Klabin realizará aporte adicional de 3 mil hectares de florestas plantadas, equivalentes a R$ 81 milhões, enquanto a Timber contribuirá com o montante de R$ 245 milhões em caixa. Os recursos serão usados para a aquisição de aproximadamente 6 mil hectares úteis e investimentos necessários na formação de florestas e capital de giro.

Yduqs (YDUQ3) faz captação para adquirir concorrente

A Yduqs fará a quarta emissão de notas promissórias no valor R$ 350 milhões, em série única. Serão 10 notas de R$ 35 milhões com prazo de vencimento de 365 dias e a remuneração será a taxa DI mais 2,70% ao ano. Os recursos serão usados para a aquisição da totalidade das ações da Adtalem Brasil Holding S.A.

Conselho da Randon (RAPT4) autoriza venda de imóveis no RS

O conselho de administração da Randon autorizou a empresa a vender imóveis de 1.809,69 hectares de terras e florestas, localizados no município de Esmeralda (RS). O valor não poderá ser inferior a R$ 11 milhões.