Vale (VALE3) contrata à Hidrovias do Brasil (HBSA3) volume máximo em 2021

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Crédito: Vale contrata volume máximo a Hidrovias do Brasil

A Hidrovias do Brasil (HBSA3) informou que a Mineração Corumbaense Reunida, subsidiária da Vale International, comunicou a Girocantex, sua controlada, que irá movimentar em 2021 o volume contratual máximo previsto no contrato entre as partes.

Com isso, a companhia terá que dedicar 8 comboios para atender à solicitação da Vale, o que significa 6 comboios a mais do que será usado em 2020.

A Hidrovias do Brasil explica que o contrato, celebrado em 2012, foi feito na modalidade take or pay e se refere ao transporte de até 3.250 mil toneladas de minério de ferro por ano na Hidrovia Paraguai-Paraná, pelo período de 25 anos.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Klabin (KLBN11) conclui aquisição de negócio de embalagens da IP

A Klabin informou nesta quarta-feira (14) que concluiu a compra das operações de papéis para embalagens e papelão ondulado da International Paper (IP) no Brasil. A transação, que girou em torno de R$ 330 milhões, tinha sido anunciada em março e aprovada pelo Cade em setembro.

Cesp (CESP6): Morgan Stanley atinge 4,9% de participação

A Cesp informou que o Morgan Stanley e suas subsidiárias atingiram a participação, nesta terça-feira (13), de 4,9% das ações preferenciais classe B da companhia. Na véspera, o banco tinha chegado a 5%.