Vale (VALE3): ex sócio é condenado a 5 anos de prisão

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Vale/Agência Brasil

A Vale (VALE3) comunicou no sábado (23) que o judiciário suíço condenou Beny Steinmetz por corrupção e falsificação relacionadas com a sua empresa BSG Resources Limited, que adquiriu direitos minerários em Simandou, na República da Guiné.

O tribunal condenou Steinmetz a 5 anos de prisão e lhe impôs uma multa de 50 milhões de francos suíços.

A decisão do tribunal suíço segue em linha com a sentença do Tribunal Arbitral Internacional de Londres, que considerou que a BSGR incorreu em fraudes contra a Vale ao ocultar da empresa as práticas de suborno e corrupção da BSGR, a fim de assegurar o investimento da Vale em Simandou.

Simule o rendimento de seus investimentos em Renda Fixa e calcule retorno das aplicações

“A Vale continua em busca de receber os valores da BSGR e pessoalmente de Steinmetz, inclusive por meio de ações no Tribunal Superior da Inglaterra, que determinou uma ordem de congelamento mundial dos bens de Steinmetz, da sua fundação e de outros réus”, destacou a companhia.

O tribunal condenou a BSGR a pagar à Vale o valor de 2 bilhões de dólares em indenizações.

CCR (CCRO3) registra queda de 4,2% no movimento de veículos

A Concessionária de Rodovias do Oeste de São Paulo, integrante do grupo CCR (CCRO3), apresentou o resultado do levantamento referente ao tráfego no período compreendido entre 15/01/2021 e 21/01/2021.

No período referido a companhia reportou uma queda de 4,2% no movimento de veículos, sendo que veículos de passeio tiveram queda de 11,3% e veículos comerciais tiveram alta de 7,1% na comparação anual.

Boa Vista (BOAS3) comunica direito de recesso após aquisição de sociedade

A Boa Vista Serviços (BOAS3) comunicou que, na assembleia extraordinária realizada no dia 21 de dezembro de 2020, foi aprovada a aquisição de 100% da Acordo Certo Participações.

Nesse sentido, os acionistas que tenham se abstido de votar na AGE em relação à aprovação da aquisição, não tenham comparecido à AGE ou não votaram favoravelmente à aprovação da aquisição, terão o prazo de até 22 de fevereiro para exercer o direito de recesso.

O valor do reembolso por ação a ser pago aos que optarem pelo exercício do direito de recesso é de R$ 0,93934503.

Smiles (SMLS3) dissolve comitê especial

O Conselho de Administração da Smiles Fidelidade (SMLS3) registrou a perda de objeto do comitê especial independente da companhia constituído especificamente para avaliar e negociar os termos e condições da proposta de reorganização societária formulada pela Gol.

Dessa maneira, o Conselho aprovou o encerramento das atividades e a consequente dissolução do Comitê.