Vale (VALE3): conselho nomeia novos membros do Comitê de Auditoria

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)
1

Crédito: Vale

O Conselho de Administração da Vale (VALE3) nomeou novos membros do Comitê de Auditoria da companhia, com mandato previsto até 2023.

Mauro Rodrigues da Cunha e Manuel Lino Silva de Sousa Ollie Oliveira, que são membros do Conselho de Administração, farão parte do comitê. Além deles, farão parte Luciana Pires Dias e Sergio Ricardo Romani — segundo a Vale, são especialistas externos e reconduzidos ao comitê, do qual já participam desde sua instalação, em março de 2020.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

A Vale informa também que Mauro Rodrigues da Cunha exercerá o cargo de coordenador interino do Comitê de Auditoria, até a efetiva posse de Ollie Oliveira como membro do Conselho de Administração, prevista para 1º de agosto de 2021.

Ollie Oliveira deverá assumir a posição de Coordenador do Comitê de Auditoria e Mauro Rodrigues da Cunha permanecerá como membro do comitê.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

A Vale explica que o Comitê de Auditoria é um órgão estatutário de assessoramento ao Conselho. Tem  como objetivos supervisionar a qualidade e integridade dos relatórios financeiros, a aderência às normas legais, estatutárias e regulatórias, a adequação dos processos relativos à gestão de riscos e as atividades dos auditores internos e independentes.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Tenda (TEND3): Oceana passa a deter 5,22% de participação

A Tenda (TEND3) informou que a Oceana Investimentos, por meio dos fundos sob sua gestão, aumentou sua participação para 5,22% do total das ações ordinárias, o que corresponde a 5.449.400 de posição

brMalls (BRML3): Morgan Stanley reduz participação

A brMalls divulgou que 0 Morgan Stanley reduziu sua participação para 4,9% do número total de ações ordinárias da companhia.

A posição corresponde ao total de 31.366.975 de American Depositary Receipts (ADRs). A posição comprada equivale a 11.453.500 ações.

Além disso, o Morgan Stanley atingiu a seguinte exposição:

•Instrumento Financeiro Derivativo com previsão de Liquidação Física –Posição Vendida: 9.847.500;

• Instrumento Financeiro Derivativo com previsão de Liquidação Financeira –Posição Comprada: 145.600.

Azevedo & Travassos (AZEV4): alteração acionária

A Azevedo & Travassos (AZEV4) anunciou que Guilherme Pimentel Mendes de Carvalho, sócio minoritário da Rocket Investimentos, controladora da companhia, teve sua participação no capital social reduzida. Passou a deter um total de 609.400 ações preferenciais, o que representa 4,617% das PNs.

A participação equivalente a 3,078% do capital social da Azevedo & Travassos representa diminuição superior a 5% de sua posição anterior.

Simpar (SIMH3): conselho aprova aumenta capital

A Simpar (SIMH3) comunicou que o aumento de capital aprovado pelo Conselho de Administração em 17 de maio de 2021, no Plano de Opção de Compra de Ações, é de R$ 270.002,92.

Após este aumento, o capital passou a ser de R$ 718.575.579,88, dividido em 206.275.655 ações ordinárias, sem valor nominal.

Foram emitidas 32.297. O preço de emissão das novas ações é de R$ 8,36.

 

 

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.