Vale (VALE3) aprova indicados para comitês de assessoramento

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)
1

Em reunião no último dia 18 de maio, a Vale (VALE3) aprovou nomes de indicados para a recomposição dos comitês de assessoramento da companhia.

Segundo a Vale, o Comitê de Auditoria contará com quatro membros: Manuel Lino Silva de Sousa Oliveira (coordenador a partir de 1º de agosto de 2021), Mauro Gentile Rodrigues Cunha (coordenador interino até a posse de Manuel de Oliveira, permanecendo a partir de então como membro do Comitê), Luciana Pires Dias (especialista externo) e Sergio Ricardo Romani (especialista externo).

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

O Comitê de Excelência Operacional e Risco terá cinco membros: Roger Allan Downey (como coordenador), Eduardo de Oliveira Rodrigues Filho, André Viana Madeira, Marcelo Gasparino da Silva e Antônio Queiroz (como especialista externo).

O Comitê Financeiro irá reunir cinco membros: José Mauricio Pereira Coelho (coordenador), Fernando Jorge Buso Gomes, Roberto da Cunha Castello Branco, Murilo Cesar Lemos dos Santos Passos e Adriano Cives Seabra (especialista externo).

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

O Comitê de Inovação relaciona quatro membros: Roberto da Cunha Castello Branco (coordenador), Roger Allan Downey, Ken Yasuhara e Luiz Carlos Affonso (especialista externo).

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

O Comitê de Pessoas, Remuneração e Governança terá cinco integrantes: Mauro Gentile Rodrigues da Cunha (coordenador), Fernando Jorge Buso Gomes, José Luciano Duarte Penido, Manuel Lino Silva de Sousa Oliveira (a partir de 1º de agosto de 2021) e Oscar Augusto de Camargo Filho (especialista externo).

Por fim, o Comitê de Sustentabilidade vai incluir cinco membros: Marcelo Gasparino da Silva (coordenador), Eduardo de Oliveira Rodrigues Filho, Rachel Oliveira Maia, José Luciano Duarte Penido e Carlos Alberto de Oliveira Roxo (especialista externo).

De acordo com a Vale, todos irão cumprir prazo de gestão até a Assembleia Geral Ordinária da Vale, em 2023, coincidindo, portanto, com o término do prazo de gestão dos membros do Conselho de Administração da Vale eleitos nas Assembleias Gerais Ordinária e Extraordinária realizadas, cumulativamente, em 30 de abril de 2021 e 3 de maio de 2021.

BRF (BRFS3): BTG (BPAC11) será formador de mercado

A BRF (BRFS3) anunciou a contratação do BTG Pactual (BPAC11) para a função de formador de mercado de suas ações ordinárias.

O contrato de prestação de serviços de formador de mercado, fechado entre a companhia e a BTG Pactual tem, de acordo com a BRF,  o objetivo de “fomentar a liquidez das ações ordinárias de emissão da companhia.”

O contrato tem prazo de validade de 12 meses e poderá ser rescindido a qualquer momento sem qualquer ônus das empresas, por meio de comunicação escrita enviada à outra com, no mínimo, 30 dias de antecedência da data de resilição e/ou rescisão.

A BTG Pactual iniciará as suas atividades de Formador de Mercado a partir de 25 de maio de 2021.

Nesta sexta a Marfrig (MRFG3) informou que adquiriu ações ordinárias de emissão da BRF (BRFS3) que resultaram em uma participação de 196.869.573 ações ordinárias. Esse soma representa aproximadamente 24,23% do capital social da BRF.

“A aquisição da participação na BRF visa diversificar os investimentos da Marfrig em um segmento que possuí complementaridades com seu setor de atuação numa empresa em que a administração vem realizando uma reconhecida gestão”, diz documento da gigante de alimentos.

Hidrovias do Brasil (HBSA3) informa alteração acionária

A Hidrovias do Brasil (HBSA3) comunicou que a Patria Infraestrutura IV Fundo de Investimento adquiriu 78.039.046 ações ordinárias. Esse número corresponde a 10,3% do total de ações ordinárias da Hidrovias.

Direcional (DIRR3): Real Investor tem 4.92% das ações

A Direcional (DIRR3) divulgou que a Real Investor detém 7.384.000 ações, o que representa 4,92% do total de ações ordinárias da companhia.

Paranapanema (PMAM3) esclarece sobre dívidas

A Paranapanema (PMAM3) divulgou comunicado nesta segunda (24) sobre um pedido de esclarecimento da B3 (B3SA3).

O questionamento dizia respeito a uma reportagem do jornal Valor Econômico, com o título “Acordo dá sete anos à Paranapanema para saldar dívidas”.

A companhia respondeu: “Analisando as informações contidas na matéria objeto do questionamento, verificamos que os dados capturados para a elaboração do artigo estão imprecisos.” A Paranapanema relaciona as informações em nota.

Afirma que celebrou o Memorando de Entendimentos Não Vinculante para a Renegociação de Dívidas  juntamente com seus principais credores financeiros.

Acrescenta que os credores são essencialmente os mesmos que participaram do processo de renegociação em 2017, formalizando entendimentos não vinculantes com relação ao novo processo de renegociação das dívidas da companhia.

O montante montante do principal em 31 de março de 2021 correspondia ao valor de US$ 481,7 milhões, a ser pago até 2028, em parcelas crescentes a partir de 2021.

“Apenas um credor que participou da renegociação em 2017 não firmou o Memorando, em virtude do encerramento iminente de suas operações no Brasil”, diz a Paranapanema.

A empresa pontua também que as condições e parâmetros do Memorando dependem da assinatura dos contratos definitivos para que comecem a surtir efeito. A princípio os pagamentos estão previstos para começar em 2021, com uma parcela de principal correspondente a aproximadamente 2,5% do total do principal da dívida, equivalente a aproximadamente US$ 12 milhões.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.