Vale divulga projeções de investimentos e produção de minérios para 2020

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

A mineradora Vale deve produzir entre 340 e 355 milhões de toneladas de minério em 2020. O comunicado da empresa foi feito na segunda-feria (2), e ainda está abaixo das 400 milhões de toneladas previstas antes da tragédia que matou mais de 250 pessoas no último mês de janeiro.

“A Vale deu guidance de produção de 340-355 mi tons para 2020, e provavelmente vai vender um pouco menos do que isso para recuperar um pouco de estoques para blendagem de BRBF”, comentou o analista Daniel Sasson, do Itaú BBA, à Agência Reuters.

Marcelo Spinelli, diretor de ferrosos da companhia, esteve presente ao Vale Day, em Nova York, e comentou que a empresa pretende retomar 15 milhões de toneladas de produção em 2020, adicionando mais 25 milhões à capacidade no ano seguinte, alcançando com isso uma produção entre 375 e 395 milhões de toneladas de ferro em 2021.

Investimentos e indenizações

A Vale divulgou ainda que pretende fazer investimentos pesados, na casa dos US$ 5 bilhões, tanto em 2020 quanto em 2021.

A companhia revelou, por fim, que 75% dos desembolsos relacionados à tragédia de Brumadinho deverão acontecer até 2022, com US$ 1,4 bilhão em 2020, US$ 1,45 em 2021 e entre US$ 500 e US$ 900 milhões no ano seguinte.