Utilização da capacidade da indústria é a maior em 5 anos, aponta estudo

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução/Agência Brasil

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou, na tarde de sexta-feira (22), seu mais recente estudo sobre a utilização da capacidade da indústria no Brasil. E os números empolgaram.

Segundo o relatório distribuído pelo órgão, o crescimento registrado em outubro apontou o maior nível dos últimos 5 anos, chegando aos 70%.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

As informações da CNI revelam que a última vez em que o índice UCI ultrapassou a casa dos 70% foi em novembro de 2014, quando bateu nos 73%. Em outubro do ano anterior, os números foram ainda melhores, de 75%.

O índice de utilização da capacidade instalada efetiva também subiu. O relatório mostrou que os números atuais estão em 46,4%, 3,5 pontos a mais do que os registrados em setembro, e o melhor da História desde outubro de 2013, quando bateu nos 46,7 pontos.

Em seu relatório, a CNI aponta os números positivos como um caminho para auxiliar no crescimento da economia como um todo no País.

Diz a nota que “a maior utilização da capacidade instalada é fundamental para a aceleração e continuidade da recuperação da economia brasileira, a medida que estimula novas contratações e investimentos”.

Maior produção

O relatório  mais recente da CNI apontou ainda um índice de 55,2 pontos na produção do setor, maior registrado desde outubro de 2010.

O índice relacionado ao emprego, no entanto, ficou um pouco abaixo da média, em 49,5 pontos. Quanto maior o índice, maior a taxa de produção e de emprego no setor.

Segundo dados do IBGE, a produção industrial nesse terceiro trimestre fechou em alta de 0,3%, mas os analistas apontam que até o fim do ano o número ficará negativo, na casa dos 0,68%.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo