Usiminas (USIM5) retoma Alto-Forno em Ipatinga (MG), Notre Dame (GNDI3) faz aquisição

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução Facebook/Usiminas

A Usiminas (USIM5) retomou, nesta segunda-feira (14), as operações do Alto-Forno da usina de Ipatinga (MG).

O forno tem capacidade de produzir 55 mil toneladas de ferro-gusa por mês, ou aproximadamente 600 mil toneladas por ano.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

A Usiminas disse que a paralisação durou cerca de oito meses, durante os quais foram investidos R$ 67 milhões no processo, que gerou aproximadamente 600 empregos temporários durante as obras.

Além disso, a companhia informou que houve melhora do desempenho ambiental do equipamento após a instalação de um novo sistema de despoeiramento.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Notre Dame (GNDI3) compra Hospital em Maringá

A Notre Dame (GNDI3) anunciou a compra de 100% do Hospital e Maternidade Maringá por R$ 92 milhões.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

A aoperação foi feita por meio da subsidiária integral BCBF Participações.

O valor será pago em parte à vista na data do fechamento do negócio – descontado o endividamento líquido – e parte no prazo de dois anos, sujeito ao atendimento de certas metas operacionais. Uma parcela será retida por seis anos para eventuais contingências.

Ambipar (AMBP3) compra 50% da Boomera

A Ambipar (AMBP3) adquiriu 50,01% da Boomera do Brasil – Gestão Ambiental por meio da controlada direta Enviriomental ESG Participações S.

A companhia não informou o valor da aquisição.

A Ambipar destacou que o negócio incrementa seu portfólio de serviços, pois dessa forma a empresa passa a atuar com resíduos pós-consumo e em parcerias com cooperativas, reafirma o compromisso da companhia com a transição da economia linear para a circular e reforça os pilares de Meio Ambiente e Social do ESG.

Gol (GOLL4) conclui aumento de capital

A Gol (GOLL4) concluiu o prazo para exercício de preferência pelos seus acionistas com relação ao seu processo de aumento de capital anunciado em abril deste ano.

A operação foi ancorada com um aporte de R$ 268 milhões do acionista controlador da companhia, os irmãos Constantino.

Os acionistas minoritários da Gol investiram outros R$ 155 milhões, elevando o total captado para R$ 423 milhões.

Caso o aumento seja aprovado, o capital social da Gol passará para R$ 4,194 bilhões, dividido em 3.034.818.847 ações ordinárias e 309.039.417 ações preferenciais

EDP (ENBR3) adquire AES Inova por R$ 101 mi

A EDP Brasil (ENBR3) concluiu Acordo de Investimentos para a aquisição de 100% da participação da AES Tietê Energia no capital social da AES Inova Soluyções de Energia e suas respectivas subsidiárias, que são a AES Tietê Inova Soluções de Energia I e a AES Tietê Inova Soluções de Energia II.

O valor da transação, que havia sido anunciada em fevereiro, é de R$ 101,1 milhões, dos quais R$ 66,6 milhões serão pagos na presente data e os R$ 34,5 milhões restantes ficarão retidos até o cumprimento de algumas obrigações.

Light (LIGT3) captou R$ 916 milhões com debêntures

A Light (LIGT3) informou que foram emitidas 916.381 debêntures simples, em série única, para distribuição pública, da 22ª emissão da companhia, com valor nominal unitário de R$ 1.000,00.

Os recursos serão utilizados para a implementação e desenvolvimento do projeto de investimento para expansão, renovação ou melhoria da infraestrutura de distribuição de energia elétrica, não incluídos os investimentos em obras do programa “LUZ PARA TODOS” ou participação financeira de terceiros, constantes do Plano de Desenvolvimento da Distribuição – PDD de referência.

 

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.