Usiminas (USIM5), CSN (CSNA3) e Gerdau (GGBR4) lideraram geração de valor a acionistas

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)
1

Crédito: Reprodução/Facebook

O Ibovespa fechou a semana com avanço de 6,36%. A bolsa brasileira fecha o mês de maio com alta acumulada de 8,57%. No pregão desta sexta-feira (29), encerrou com mais 0,52%, a 87.402,59 pontos.

A consultoria Mz Insight reportou, no período entre 22 a 29 de maio, as empresas cujas ações adicionaram mais valor aos acionistas.

De acordo com o levantamento, Usiminas (USIM5), CSN (CSNA3), Marisa (AMAR3) e Gerdau (GGBR4) foram se destacaram “pela grande redução dos respectivos Gaps de Valor iQ (GViQ), ou seja, adicionaram mais valor a seus acionistas.

Conheça os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Segmentos

A Mz Insight relacionou também os segmentos que mais valorizaram no Ibovespas: saneamento (+13 pp) e educação (+9 pp).

Os setores que apontam recuo, segundo a consultoria, foram aviação (-9%) e agronegócio/etanol (-8%).

Explica a Mz Insight: “O gráfico radar inclui 155 empresas (incluindo as estreantes Omega Geração, Springs Global, LOG Commercial Properties, Ferbasa e Fras-le) em 23 setores comparativamente às companhias-estrela (aquelas de maior Índice de Valor iQ – IViQ – que se encontram na linha de 100% do market cap potencial).”

Veja o gráfico abaixo. “As companhias estão localizadas em suas respectivas percentagens potenciais de market cap. A planilha completa com todas as empresas, que por motivo de espaço e proximidade do centro do radar não estão visíveis graficamente, contém o detalhamento de todas as 155 empresas”, explica a Mz Insight.

 

 

 

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

O comportamento das companhias em termos de valor aos acionistas — chamados de indicadores IViQ e GViQ (que expurgam os movimentos gerais de alta e baixa no preços das ações) — pode indicar estas conclusões a respeito dos setores econômicos.

Incorporadoras

o IViQ da Tenda (TEND3) teve alta de 26% no período e, de acordo com a consultoria, “ampliou consideravelmente a liderança para as demais três integrantes.

“Isso é evidenciado no aumento do GViQ para a empresa-estrela (Tenda)”: subiram MRV (13,8 pp), Direcional (4,0 pp) e Rodobens (1,3 pp).

“Atualmente, não estão no ‘bolso dos respectivos acionistas’ dessas três empresas um montante de R$ 1,6 bilhão em potencial de capitalização de mercado, um aumento de 89% em relação à posição de 22/5”, acrescenta a análise

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

“O conjunto das incorporadoras do setor econômico perdeu (-1,7 pp) em relação ao desempenho do Ibov no período”, diz ainda a consultoria.

Planilha de ações: baixe e faça sua análise para investir

Papel e Celulose

Klabin (KLBN4) e Duratex (DTEX3) confirmaram a tendência de alta dos Índices de Valor iQ. A Klabin, diz a Mz, “tornou-se a nova empresa-estrela”.

“[a Klabin] Deslocou a Suzano (SUZB3), que ocupava essa posição desde o último dia 20”, afirma o levantamento.

“O IViQ da Duratex cresceu 14% para 6,02, e o IViQ da Klabin evoluiu 5% para 7,94, enquanto o IViQ da Suzano recuou 4% para 7,62. Tiveram a segunda semana consecutiva de ganhos de valor aos seus acionistas.”

Hoje não estão no “bolso dos acionistas” de Duratex e Suzano o montante de  de R$ 2,7 bilhões em potencial de capitalização de mercado, “um aumento de 12% em relação à posição de 22 de maio”.

O setor de papel e celulose ficou aquém (-6,6 pp) do desempenho do Ibovespa na semana.

Mineração e metais

A Ferbasa (FESA4) estreou no ranking já como empresa-estrela desse segmento (IViQ de 7,32). Passou à frente da então líder Vale (VALE3), com IViQ de 5,95.

Outras duas empresas também ultrapassaram a Vale: Usiminas (IViQ de 6,31) reduziu seu GViQ em expressivos 36,7 pp.

A CSN (IViQ de 7,20) resduziu seu GViQ em também significativos 24,8 pp.

Atualmente, não estão no “bolso dos acionistas” de cinco companhias — Bradespar (BRAP4), CSN (CSNA3), Gerdau (GGBR4), Usiminas (USIM5) e Vale (VALE3) — um valor de R$41,3 bilhões em potencial de capitalização de mercado.

Trata-se de uma redução de 35% sobre a posição de 22 de maio.

“O setor de mineração e metais superou (+0,6 pp) em relação ao desempenho do Ibovespa no período”, lembra a MZ.

Quais ações se destacaram

Destaques positivos: Usiminas (+36,7 pp), CSN (+24,8 pp), Marisa (+23,2 pp), Gerdau (+15,5 pp), PetroRio (+13,7 pp).

Além delas figuram nessa lista de bons resultados nesta semana Banco Inter (BIDI4), com +11,8 pp, São Carlos (SCAR3), 11,0 pp; Grendene (GRND3), +11,0 pp; Cyrela (CYRE3), +10,1 pp.

Destaques negativos no período para Copasa (CSMG3), -15,3 pp; MRV (MRVE3), -13,8 pp.; Sanepar (SAPR4), -12,7 pp; Equatorial (EQTL3), -11,4 pp; OdontoPrev (ODPV3), -4,8 pp; Taesa (TAEE11), -4,6 pp; AES Tietê (TIET11), -4,6 pp; SLC Agrícola (SLCE3), -4,5 pp; Suzano (SUZB3), -4,1 pp; e Direcional (DIRR3), com -4,0 pp.

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos