Unipar Carbocloro (UNIP3 UNIP5) reverte lucro em prejuízo de R$ 94,4 mi no 1TRI20

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Unipar

A Unipar Carbocloro (UNIP3 UNIP5) reportou, nesta quarta-feira (13), um prejuízo de 94,4 milhões no primeiro trimestre de 2020, revertendo o lucro de R$ 56,2 milhões do mesmo período de 2019.

Segundo a companhia, o resultado foi impactado negativamente pela variação cambial do débito co terceiros de controlada indireta, atrelado ao dólar.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 88,8 milhões, uma diminuição de 43,5%.

A margem Ebtida atingiu 11,1% no período, um recuo de 9,3 pontos percentuais.

O resultado financeiro foi negativo em R$ 100,7 milhões, um crescimento de 16,6 vezes das perdas financeiras registradas no primeiro trimestre de 2019.

Novamente, a empresa atribui o resultado ao impacto de R$ 159,9 milhões decorrente da variação cambial do débito com terceiros de controlada indireta, atrelado à moeda norte-americana.

O custo dos produtos vendidos somaram R$ 591,8 milhões, um aumento de 8,1%

A empresa explica que o resultado foi influenciado principalmente pelo aumento do preço e maior consumo de insumos e matérias-primas, alavancado, também, pela desvalorização do real frente ao dólar americano.

Fonte: Unipar

O que você verá neste artigo:

Receita sobe 3,9%

A receita líquida da Unipar totalizou R$ 801,7 milhões no primeiro trimestre de 2020, um aumento de 3,9% em relação ao mesmo período de 2019.

De acordo com a empresa, o aumento da receita foi resultante do leve aumento dos volumes comercializados, recuperação do preço do PVC, além da valorização do dólar americano frente ao real e peso argentino, contrapondo o efeito negativo da queda do preço da soda.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 209,8 milhões no período, uma diminuição de 6,4% em comparação com o primeiro trimestre de 2019.

Já a margem bruta ficou em 26,2% no primeiro trimestre de 2020, baixa de 2,9 pontos percentuais.

Fonte: Unipar

Dívida

A dívida líquida da Unipar encerrou o primeiro trimestre em R$ 282,7 milhões, um aumento de 138,1% em comparação com o mesmo período de 2019.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida, ficou em 0,55 vez no final de março de 2020, um aumento em comparação com mesmo período de 2019, quando era 0,14 vez.

Ações

No final de março, as ações ordinárias (UNIP3), preferenciais A (UNIP5) e preferenciais B (UNIP6) estavam cotadas respectivamente em R$ 30,00, R$ 24,50 e R$ 24,00, apresentando variações de -9,4%, -25,0% e -26,0% em relação a 31 de março de 2019.

Em 12 de fevereiro de 2020,a Administração da Companhia aprovou o cancelamento de 3.862.569 ações de sua emissão, mantidas em tesouraria.

Fonte: Unipar

Covid-19

A Unipar ressalta que possui portfólio de produtos, que são utilizados por segmentos que atuam na fabricação de produtos e/ou prestação de serviços fundamentais ao combate à proliferação do Covid-19.

A Unipar informou que é “um dos principais fornecedores de cloro e hipoclorito de sódio, soda cáustica e PVC da América do Sul. O cloro é utilizado como eficiente desinfetante na eliminação de agentes patogênicos. O hipoclorito de sódio é o principal princípio ativo na fabricação de produtos para higienização e desinfecção de superfícies hospitalares, residências e locais públicos por meio da água sanitária, e a soda cáustica é uma importante matéria-prima para a produção de sabões e detergentes”.