Ultrapar (UGPA3) sobe mais de 7%, após divulgação do balanço

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

A ação da Ultrapar (UGPA3) chegou a subir mais de 9% na sessão de hoje após reportar um lucro líquido de R$ 277,3 milhões no terceiro trimestre de 2020. Isso representa uma queda de 50% sobre os lucros do mesmo período de 2019, com R$ 307,3 milhões.

Por volta do 12h, os papéis da Ultrapar subiam 7,69%.

A segunda maior alta do Ibovespa é a Fleury (FLRY3), com alta de 6,51%.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O Grupo Fleury comunicou parceria com o Grupo Sabin, um fundo de investimento em participações, o Kortex Ventures.

O objetivo é realizar investimentos em startups de saúde digital, medicina diagnóstica e medicina personalizada.

Ecorodovias (ECOR3) também sobe forte com os resultados reportados no terceiro trimestre.

A Ecorodovias divulgou lucro líquido totalizou R$ 89,2 milhões, um desempenho 53,2% superior ao registrado no mesmo período de 2019.

Maiores baixas da bolsa

A CSN é maior baixa do Ibovespa, a ação da companhia recua 3,26%.

Segundo o Valor, a CSN (CSNA3) avalia adiar para 2021 a oferta inicial de ações (IPO) da CSN Mineração. A mudança deve ocorrer devido ao cenário econômico e político instável.

Acompanhando a queda, Gerdau (GGBR4) cai 0,20% e Gerdau Metalúrgica recua 0,3%.

As exportadoras Klabin (KLBN11) e Suzano (SUZB3) recuam 2,37% e 2,36%, respectivamente.

BB (BBAS3) tem lucro 5,2% maior ante 2º trimestre

Banco do Brasil registrou lucro líquido ajustado de R$ 3,5 bilhões no terceiro trimestre, desempenho 5,2% acima do reportado no segundo trimestre deste ano. O desempenho veio em linha com o esperado.  A ação BBAS3 sobe 1,55%.

Já o Itaú (ITUB4) sobe 2,64%, Bradesco (BBDC4) +0,53% e Santander (SANB11) +0,71%.

PETR4 comunica venda de polo Bahia Terra

A Petrobras (PETR4) anunciou um novo pacote com 28 campos em terra na Bahia que serão colocados à venda. O polo Bahia Terra tem produção média de 14 mil barris diários de petróleo. Com a venda, ela abre mão de seu último grande polo terrestre de extração de petróleo.

A ação da estatal opera em alta de 0,52%.

Vale (VALE3) negocia venda da Vale Nova Caledônia

Vale (VALE3) informou que sua subsidiária, Vale Canada Limited (VCL), celebrou exclusividade por 30 dias com um consórcio para negociar a venda de sua participação na Vale Nova Caledônia.

O consórcio liderado pela atual administração e empregados da Vale Nova Caledônia é apoiado pelos governos da Nova Caledônia e da França.

A mineradora registra ganhos de 1,85%.

Centauro (CNTO3): Cade aprova aquisição da Nike do Brasil

Centauro (CNTO3) informou que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou a aquisição da Nike do Brasil.

O CADE ressaltou que as partes deverão se comprometer com a separação entre as atividades comerciais atuais por 3 anos. Os papéis estão em estabilidade.

Cia Hering (HGTX3) tem alta de 142,5% no lucro

A Cia Hering (HGTX3) reportou lucro atribuído a controladores de R$ 155,5 milhões no terceiro trimestre de 2020, um aumento de 142,5% na comparação com mesmo período de 2019.

Conforme a companhia, o desempenho foi puxado pela contabilização de créditos tributários de R$ 178,3 milhões. A ação da companhia avança 1,42%.

BR Properties (BRPR3) tem queda de 36% no lucro no 3TRI20

BR Properties (BRPR3) reportou um lucro líquido de R$ 16,3 milhões no terceiro trimestre deste ano. Isso representa queda de 36% na comparação com o terceiro trimestre de 2019. Com isso, ações recuam 0,33%.

Banco Pan (BPAN4) tem alta de 26% no lucro do 3TRI

Banco Pan (BPAN4) registrou um lucro líquido de R$ 170 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 26% na comparação com igual período de 2019.

De acordo com o banco, os principais fatores que vem contribuindo positivamente para os resultados dos últimos trimestres são margem financeira robusta; aumento da eficiência; e expansão da carteira core.

Os papéis do banco sobem 1,02%.

Alpargatas (ALPA4) lucra R$ 116 mi no 3TRI, alta de 12,7%

Alpargatas (ALPA4) informou um lucro líquido recorrente de R$ 116 milhões no terceiro trimestre de 2020. Os números refletem um crescimento de 12,7% sobre igual trimestre do ano anterior. A ação da varejista sobe 0,71%.

Minerva (BEEF3) confirma joint-venture

Minerva (BEEF3) apresentou esclarecimentos solicitados pela B3 (B3SA3) sobre notícia veiculada no Valor Econômico ontem, sob o título “Minerva faz acordo na China para criar nova joint venture”.

A empresa confirma que celebrou memorando de entendimentos não vinculante com o conglomerado chinês Greenland, com intuito de explorar oportunidades comerciais no mercado chinês, em particular na importação e distribuição de carne bovina, por meio da constituição de uma joint venture. BEEF3 sobe 0,60%.

Ser Educacional (SEER3) cancela AGE sobre ADRs e Laureate

Ser Educacional (SEER3) comunicou que cancelou a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) sobre listagem de ADRs que seria realizada no dia 9 de novembro próximo, às 14h.

A Ser informou também que decidiu exercer o direito de receber em dinheiro a multa de R$ 180 milhões pelo “go shop”, prevista no contrato firmado com a Ânima (ANIM3) pelos ativos da Laureate no Brasil. A ação da companhia operava no positivo e agora recua 0,38%.

Rede d1000 projeta a abertura de 30 lojas

d1000 (DMVF3) informou que espera abrir 30 lojas em 2021. Com isso, a ação da companhia dispara 6,98%.

As projeções consideram a estratégia de expansão da d1000; a capacidade financeira para suporte dos investimentos; o potencial para obtenção de pontos comerciais atraentes e com retornos adequados; e “outras circunstâncias inerentes às suas atividades, sujeitas a riscos e incertezas”, diz a empresa.

A rede de drogarias d1000 (DMVF3) reportou o primeiro trimestre positivo de 2020. Com lucro líquido de R$ 1,5 milhão no terceiro trimestre, a empresa reverteu o prejuízo líquido de 5,9 milhões no mesmo período do ano passado.

Profarma (PFRM3) tem melhor resultado em oito anos

A distribuidora de produtos farmacêuticos Profarma (PFRM3) reverteu prejuízo e reportou lucro líquido de R$ 29,4 milhões no terceiro trimestre de 2020. Este é o melhor resultado em oito anos, diz a empresa.

A margem líquida da empresa ficou em 2,2% ante uma margem de 0% no mesmo período de 2019. Os papéis da distribuidora sobem 6,87%.

Quer saber como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para auxiliar na sua trajetória de investimentos