EconomiaNotícias

UBS aponta que o mercado brasileiro pode se assemelhar ao da Índia caso as reformas avancem

O banco suíço está otimista em relação à melhora do cenário econômico do Brasil, principalmente se as mudanças propostas por Bolsonaro se concretizarem.

Avalie este artigo!

O banco suíço UBS demonstrou nos últimos dias uma posição bastante otimista para o Brasil por conta das diversas mudanças econômicas que são esperadas durante o governo de Jair Bolsonaro (PSL). Algumas delas, como a reforma do atual sistema Previdência, podem fazer com que o país melhore o seu ambiente de negócios e se torne mais atrativo para os investidores.

A equipe do novo governo tem se esforçado para negociar medidas como a privatização de algumas estatais que são consideradas ineficientes e, também, a uma possível abertura da economia brasileira ao comércio internacional, junto a uma redução na interferência do Estado nas empresas.

taj mahal india 1024x680 - UBS aponta que o mercado brasileiro pode se assemelhar ao da Índia caso as reformas avancem
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

De acordo com Jorge Mariscal, diretor de investimentos da UBS Wealt Management, caso Bolsonaro consiga realizar as pequenas mudanças que foram propostas, além da reforma da Previdência, o país poderá se parecer com a Índia ainda nos próximos 10 anos.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Mariscal também aponta que a ausência de progresso no que diz respeito à reforma Previdenciária ou quaisquer atrasos nos planos fiscais do novo governo podem gerar um fracasso no plano de melhoria do curso da dívida brasileira e isso desapontaria muito os mercados.

especialista analisa impactos da reforma da previdencia PtMr 1024x576 - UBS aponta que o mercado brasileiro pode se assemelhar ao da Índia caso as reformas avancem
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Os investidores esperam há tempos pela realização de uma reforma no atual sistema de Previdência Social brasileiro. Vários players estrangeiros continuam foram dos mercados do país, principalmente o de ações, pois esperam sinais de que o futuro presidente da República tenha persuasão política suficiente para fazer com que essa proposta, tão impopular, avance no Congresso.

A UBS trabalha no favorecimento de ações brasileiras com relação ao real e, também, aos títulos do país, pois, para o banco, as mudanças micro – que envolvem a venda dos ativos do Estado, por exemplo – podem ser implementadas com maior facilidade.

Para Mariscal, o que Bolsonaro pode fazer quanto a desregulamentação pode aprimorar a rentabilidade dos negócios feitos no Brasil. Nos últimos anos, os receios de todo o mundo levaram a uma forte saída de estrangeiros que investiam em ações brasileiras.

Antes de seguir com a notícia…

Uma pausa para descobrir o seu perfil de investidor.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

brasil eleicoes bolsonaro 20181028 008 1024x683 - UBS aponta que o mercado brasileiro pode se assemelhar ao da Índia caso as reformas avancem
Crédito da imagem: Ricardo Moraes/Agência Reuters

Apesar de o cenário internacional se mostrar mais difícil para o Brasil, Mariscal aposta que os investidores estrangeiros estão, cada vez mais, construindo uma visão mais positiva sobre o país, isso enquanto os olhares se tornam mais negativos com relação ao México. O executivo prevê uma mudança bastante otimista na atitude dos investidores internacionais com relação aos investimentos brasileiros.

Em meio aos países emergentes, a UBS aponta a China, a Coreia do Sul e a Indonésia como locais de negociação de valuations atrativos.

Késia Rodrigues - Colaboradora Independente

Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por literatura, viagens, tecnologia e finanças.

Artigos Relacionados

Close