Twitter pede por emoji do Bitcoin em celulares

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Freepik

Jack Dorsey, CEO do Twitter, publicou em sua própria rede social uma hashtag pedindo a criação de um emoji para a moeda virtual Bitcoin. Ele subiu “#bitcoin” no domingo (2) e logo a Internet respondeu em apoio.

Changpeng Zhao, fundador e CEO da Binance, a maior exchange de criptomoedas do mundo em volume de negociação, e membro da equipe que desenvolveu o Blockchain.info, foi um dos que se entusiasmaram com a ideia. “Participem! Vamos ficar na moda!”, tuitou o sino-canadense.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Anthony “Pomp” Pompliano, co-fundador da Morgan Creek Digital, também assinou embaixo a campanha. Bem como Justin Sun, fundador da plataforma de criptomoedas TRON e atual CEO da BitTorrent.

Unicode

Na mensagem, Dorsey cita o consórcio Unicode, responsável pela padronização global de caracteres digitais. O consórcio Unicode é uma organização sem fins lucrativos responsável por padronizar símbolos na Internet em diferentes sistemas e plataformas. Une, por exemplo, linguagens para iPhone e sistema Android.

Empresas como Google, Apple, Facebook e Microsoft fazem parte do consórcio. Publicado no livro “The Unicode Standard”, o padrão tem pouco mais de 107 mil caracteres, com todas as suas características de interpretação para os sistemas existentes. Mas esse número de caracteres está sempre se ampliando, já que qualquer pessoa pode sugerir um emoji, por exemplo, como fez o CEO do Twitter, desde que atenda aos critérios.

A ideia é que o emoji Bitcoin chegue primeiro ao Twitter para depois aparecer no celular.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo