Tupy (TUPY3) lucra R$ 72,5 milhões no 4TRI/19

Omar Salles
null

Crédito: Fábrica da Tupy em Mauá (SP) - Divulgação

O lucro líquido recorrente da Fundição Tupy (TUPY3) recuou 6,9% no quarto trimestre de 2019, sobre igual período de 2018, para R$ 72,5 milhões, informou a empresa em balanço.

No fechamento de 2019, contudo, o lucro da Tupy avançou 2,7% para R$ 278,9 milhões.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) avançou 0,7% no quarto trimestre de 2019 sobre igual período do ano anterior, para R$ 152,2 milhões.

O Ebitda do ano inteiro de 2019 cresceu 3,4% sobre 2018 para R$ 700 milhões.

Segundo a Tupy, em 2019 houve um crescimento de 20% nas vendas de produtos usinados, que possuem maior valor agregado.

O resultado foi obtido embora a empresa tenha registrado queda de 17,2% no volume de peças vendidas no quarto trimestre, tanto no Brasil como no mercado externo, que é muito importante para Tupy.

Volumes

No total, a empresa vendeu 118,5 mil toneladas de peças no quarto trimestre do ano passado.No ano inteiro de 2019, foram 566,1 mil toneladas de peças, queda de 5,65 sobre 2018.

A Tupy, sediada em Joinville (SC), produz desde blocos de motor a componentes hidráulicos e elétricos.

A Previ e o BNDESpar fazem atualmente parte do bloco de controle da Tupy, com mais de 50% das ações ordinárias.

O fato não recorrente da Tupy em 2019 foi a compra da Teksid do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

A Tupy anunciou a aquisição, por R$ 945 milhões, em 20 de dezembro do ano passado.

Dívida menor

A relação dívida líquida sobre o Ebitda da empresa, que no final de 2018 representava 1,01 vezes (1,01x), caiu para 0,91 vezes (0,91x) no final de 2019.

A Tupy informou que 98,4% das dívidas totais estão em moedas estrangeiras e 1,6% em reais.

O endividamento líquido, no final de 2019, era de R$ 639 milhões, levando em conta moeda estrangeira e brasileira.

Segundo a empresa, 96,4% da dívida em moeda estrangeira é em longo prazo (vence a partir de 2024).

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo