BDR do Twitter (TWTR34): saiba como investir na rede social

Ana Paula Schuster
Colaborador do Torcedores
1

Foto: Twitter (TWTR34)

O Twitter é uma das principais redes sociais do mundo. Aliás, a plataforma é utilizada por diversas figuras públicas mundiais para expor seus posicionamentos. Ou seja, é um dos mais importantes meios de comunicação nos dias atuais.

Um dos seus diferenciais é a postagem de frases curtas. Nesse sentido, há um limite de caracteres nas publicações. Ainda assim, é possível fazer anúncios pagos na rede social. Desse modo, o lucro vem por meio do pagamento para publicidades.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Conheça nesse artigo como estão as ações dessa empresa e saiba como investir nela a partir da bolsa brasileira, a B3, via Brazilian Depositary Receipts (BDRs). Aqui, o Twitter é negociado sob o código TWTR34.

Conheça o Twitter (TWTR34)

O Twitter (TWTR34) é uma rede social criada em San Francisco, na Califórnia. Surgiu em março de 2006, tendo como intenção ser um “SMS da internet”. Assim, os usuários começaram a expressar suas ideias por meio desta ferramenta.

No Brasil, a rede chegou em 2008. No entanto, começou a fazer sucesso apenas em 2012. Isso porque foi disponibilizado o uso da plataforma em português. Além disso, passou a ser usado por políticos do mundo todo. 

A relevância que essa empresa ganhou é muito grande. Assim, o lucro também aumentou cada vez mais.

Valorização das ações Twitter (TWTR34)

Houve uma valorização de mais de 200% dos BDRs do Twitter (TWTR34) desde março do ano passado. Ou seja, em março de 2020 o papel custava R$ 62. Já neste ano, chegou a R$ 219. 

A empresa anunciou que pretende duplicar sua receita anual até 2023. Por essa razão, diversos investidores viram uma oportunidade de obter lucro. 

No início do ano, porém, a empresa sofreu um revés. Após banir o ex-presidente Donald Trump da rede social, depois do episódio de invasão do Capitólio (quando a rede considerou que o ex-presidente estimulou os invasores), o Twitter perdeu muito valor de mercado. Nesse contexto, chegou a perder US$ 3,5 bilhões.

Apesar de tudo, logo depois a derrubada foi compensada. Em fevereiro, o BDR custava R$ 224,93. Ou seja, o maior preço em um ano. Em seguida, teve uma queda sutil, oscilando em linha com as bolsas mundiais.  

Desempenho no último balanço do Twitter (TWTR34)

No quarto trimestre de 2020, o Twitter (TWTR34) divulgou lucro de US$ 222 milhões e o ganho por ação ficou estimado em US$ 0,27, o que significa um aumento de 87%.

Em relação ao balanço total, houve um prejuízo de U$ 1,136 bilhão. A empresa obteve um resultado pior do que o ano de 2019, pois  o lucro desse período foi de U$ 1,465 bilhão. 

Com relação à receita, em 2020 ela avançou 7,42%. Sendo assim, chegou à marca de US$ 3,716 bilhões e o número de usuários monetizáveis chegou a 192 milhões, tendo aumento em 27%. Além disso, houve um aumento nas propagandas e arrecadação com tal.

A pandemia não afetou tanto esse setor. Isso porque, com as pessoas ficando em casa, passaram a utilizar mais as redes. Aliás, houve um crescimento significativo do uso da plataforma para anunciar produtos de e-commerce. 

Estratégia do Twitter (TWTR34) 

Em 2020, o Twitter (TWTR34) anunciou a aquisição da startup Revue, uma empresa de boletins informativos, para oferecer mais recursos aos usuários. Assim, o conteúdo monetizado em si tende a ser mais procurado na plataforma.

Outro fator importante foi a pandemia da Covid-19. Isso porque, o e-commerce aumentou de forma veloz durante a quarentena. 

As discussões sobre pandemia e antirracismo também ganharam força nas redes e isso atraiu um maior número de usuários. Então, a empresa ampliou os serviços de monetização e aumentou o número de anunciantes na rede social.

Origem e história do Twitter (TWTR34)

O Twitter surgiu em 2006 na Califórnia, nos EUA e foi criado por:

  • Jack Dorsey;
  • Evan Williams;
  • Biz Stone;
  • Noah Glass.

A principal finalidade da rede é a postagens de textos curtos e simples. Ela também permite a publicação de fotos e vídeos.

Em 2013, a empresa listou suas ações na bolsa de valores americana. 

Atualmente, conta com 35 escritórios no mundo inteiro. Mesmo porque, é necessária boa infraestrutura para atender aos 316 milhões de usuários. No Brasil, há duas sedes da empresa, uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro. 

Como investir em BDRs do Twitter?

Até outubro de 2020, os BDRs eram restritos a instituições financeiras e pessoas com mais de R$ 1 milhão em investimentos – os chamados investidores qualificados. Agora, estão acessíveis a qualquer pessoa física.

Quem adquire um BDR está, indiretamente, participando de uma empresa no exterior, e terá direito aos dividendos distribuídos pela companhia lá fora.

Funciona mais ou menos como um fundo de investimento. O investidor não vira o dono da ação, portanto não é sócio da empresa em questão.

Para comercializar um BDR, a instituição emissora do papel adquire várias ações de empresas estrangeiras. Depois monta um “pacote” e vende partes dele aos investidores. Logo, esses títulos são como cotas.

Para adquirir BDRs, o investidor precisa procurar um banco ou uma corretora de valores autorizados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo