Trump quer que China importe US$ 40 bi em produtos agrícolas

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.

Em mais um movimento de negociação para o fechamento da fase um do acordo comercial sino-americano, o presidente norte-americano, Donald Trump, pediu que a China assuma o compromisso de comprar entre US$ 40 bilhões e US$ 50 bilhões de produtos agrícolas por ano, o que é significantemente mais alto do que os US$ 8,6 bilhões adquiridos no último ano. A afirmação é do jornal “The Wall Street Journal”.

O presidente americano espera ainda que a China assuma o compromisso de maneira independente das condições do mercado ou das obrigações comerciais chinesas. Pequim, no entanto, está relutante em fazer essa promessa, porque pode ter que desviar as compras de outros parceiros comerciais.

Os dois países seguem em conversa para finalizar a tão falada “fase 1” do acordo, evitando a taxação em mais 15% de US$ 165 bilhões em produtos chineses importados para os EUA. A data limite para a decisão é 15 de dezembro.

Atualmente, os EUA mantêm tarifas sobre cerca de US$ 360 bilhões em produtos chineses.

Trump ainda avaliou que as discussões seguem de maneira positiva e que decisões ainda podem ser tomadas sobre a taxação.

Leia mais em EuQueroInvestir.com