Triunfo (TPIS3): tráfego em rodovias caiu 7,8% entre 3 e 9 de julho

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Reprodução / Triunfo

A Triunfo Participações e Investimentos, ou TPI, (TPIS3) divulgou nesta segunda-feira (13) os resultados semanais até o dia 9 de julho.

Houve queda de 7,8% no tráfego nas quatro rodovias administradas pelo grupo.

A comparação é em relação à semana de 13 a 19 de março de 2020.

Redução

As quatro rodovias tiveram redução no tráfego.

A Concebra, das quais fazem parte a BR-060, BR-153 e BR-262, na região de Goiânia e Brasília, teve redução de 8,1%, incluindo menos 14,8% de veículos leves e menos 5,4% de veículos pesados.

Na Concer, que liga Juiz de Fora, em Minas Gerais, ao Rio de Janeiro, a queda foi maior, de 11,7%, com menos 17,4% de veículos leves e menos 6,4% de pesados.

Econorte e Transbrasiliana

A Econorte, localizada no norte do Paraná, teve queda de 9,5%, sendo menos 30,4% de veículos leves e alta de 0,5% de pesados.

A Transbrasiliana, que corta o estado de São Paulo, de Ourinhos a Icém, perdeu 2,0% do tráfego, com menos 17,4% de veículos leves e alta de 4,8% dos pesados.

Triunfo informa tráfego no Aeroporto de Viracopos

Com relação ao Aeroporto de Viracopos, na região de Campinas, em São Paulo, na comparação com junho de 2019, quando houve 312 pousos e decolagens, junho de 2020 teve redução de 72,6%, com apenas 86 aeronaves.

O fluxo de passageiros teve queda também, de 29.467 em junho de 2019 para 10.181 no mesmo mês em 2020, o que representa menos 65,4%.

Entretanto, é sabido, o tráfego aéreo foi o setor mais afetado mundialmente na pandemia do novo coronavírus. Sua queda não é uma surpresa para nenhuma concessionária.

A Triunfo administra Viracopos através da Aeroportos Brasil Viracopos, que está atualmente em recuperação judicial.