Toshiba recebe oferta de US$ 20 bilhões da CVC Capital Partners

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução / Pixabay

A Toshiba pode ser vendida dentro de pouco tempo para a empresa de private equity CVC Capital Partners, por US$ 20 bilhões, segundo a agência Reuters.

Uma reportagem publicada nesta quarta-feira (7) revelou que o conglomerado japonês vem enfrentando dificuldades e pressão dos acionistas para melhorar sua administração.

“A Toshiba recebeu uma proposta inicial ontem e vai pedir mais esclarecimentos e dar uma consideração cuidadosa”, disse a Toshiba em um comunicado, sem fornecer mais detalhes.

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

Nobuaki Kurumatani, presidente-executivo da firma, veio justamente da CVC, e Yoshiaki Fujimori, um conselheiro sênior da firma de private equity, discutiram a proposta nesta data, mas não deram mais informações.

Impacto nos papéis da Toshiba

Os boatos sobre a possível venda da Toshiba para a empresa de private equity fizeram as ações da companhia japonesa alcançarem alta de 18% na bolsa local.

Segundo a Reuters, a CVC está considerando um prêmio de 30% sobre o preço atual das ações da Toshiba em uma oferta pública, colocando o valor do negócio em quase 2,3 trilhões de ienes (US $ 21 bilhões).

O analista da LightStream Research, Mio Kato, disse que espera uma valorização ainda maior.

“Acreditamos que os atuais acionistas, especialmente ativistas, vão querer um preço bastante alto”, disse ele, em nota de pesquisa.

Número recorde

Caso a oferta atual seja aceita, ela se transformará no segundo maior negócio liderado por uma companhia de private equity na região Ásia-Pacífico.

Ela superaria a oferta de US $ 6 bilhões da Blackstone pela Crown Resorts Ltd, na Austrália, e também seria a maior investida da CVC na região até agora.

Os representantes da private equity não quiseram comentar a oferta para a Reuters, mas os comentários são de que a empresa vê a proposta como grande chance de expansão em território japonês.

Entre os negócios atuais da CVC estão a compra de US $ 1,5 bilhão das marcas de xampu e cuidados com a pele de baixo preço da Shiseido Co.

O governo japonês espera pelo andamento dos negócios, mas já avisou, por meio do secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato, que não deseja ver o trabalho de infraestrutura da Toshiba interrompido.

“Mesmo tendo ido à falência, a Toshiba ainda é uma das empresas japonesas líderes. Ela também tem muitos negócios ligados a políticas governamentais, então parece um pouco irreal se tornar uma empresa privada de propriedade estrangeira ”, disse Takuro Hayashi, analista da Iwai Cosmo Securities.