Toffoli usa avião da FAB para ir a evento e “estica” viagem em resort de luxo

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Divulgação/STF

Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), utilizou um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para uma viagem oficial… E para uma “esticadinha”.

Toffoli, segundo o jornal Folha de S.Paulo, viajou para Ribeirão Claro, no Paraná, na última sexta-feira (20), acompanhado de outras 11 pessoas.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Após participar de um único evento – a inauguração do Fórum Eleitoral da cidade, que leva o nome de seu pai, Luiz Toffoli -, o ministro do STF resolveu “esticar” a viagem.

A Folha de S.Paulo publicou que Toffoli foi para o resort de luxo Tayayá Aquaparque, que tem diária média de R$ 956,00, deixando o local na segunda-feira (23), também em avião da Força Aérea Brasileira.

O uso de transporte aéreo de autoridades, segundo o decreto federal 4.244, de 2002, permite o uso de aeronaves oficiais em quatro situações: viagens em serviço, por motivos de segurança, emergência médica ou para deslocamento para o local de residência permanente.

Por meio de nota oficial, a assessoria do STF negou que Toffoli tenha cometido qualquer irregularidade. Segundo o comunicado,  o deslocamento “trata-se de viagem a serviço que envolve questões de segurança do presidente do Supremo”.

Estude e compare seus investimentos em FIIs

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado