Tire suas dúvidas sobre Títulos Públicos

Também chamados de Títulos do Tesouro, os Títulos Públicos são investimentos de renda fixa, onde o investidor escolhe comprar títulos emitidos pelo governo e não por bancos ou financeiras privadas. As maiores vantagens são a segurança – porque o governo garante a aplicação –  e a facilidade, afinal, com apenas R$30 você pode começar a poupar.

Patrícia Auth
Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Os títulos públicos são uma maneira do governo refinanciar a dívida pública e financiar déficit orçamentário. São títulos emitidos pelo governo federal, possuem alta liquidez, não têm limite mínimo de tempo para resgate, podem ter remuneração semestral ou no fim da aplicação.

Tipos de Títulos Públicos disponíveis no mercado

[tie_list type=”checklist”]

  • Letra Financeira do Tesouro (LTF)
  • Letra do Tesouro Nacional (LTN)
  • Nota do Tesouro Nacional B (NTN-B)

[/tie_list]

Letra Financeira do Tesouro (LFT)

Esse investimento é indicado para quando a taxa Selic está alta ou tem previsão de alta, já que é um investimento atrelado a ela. O investidor que opta por ela é aquele que não sabe bem quando terá que fazer o resgate. Por ser um título indexado à uma taxa que sofre variação, é do tipo pós-fixado.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Letra do Tesouro Nacional (LTN)

Do tipo Prefixado, a Letra do Tesouro Nacional dá ao investidor a oportunidade de saber exatamente quanto irá ser resgatado no fim da aplicação, já que a taxa é estipulada no momento em que o investimento é feito. Lembrando, claro, que isso pode variar se o investidor fizer o resgate antes da data do vencimento.

Nota do Tesouro Nacional B (NTN-B)

A Nota do Tesouro Nacional B é um título de característica hibrida, porque é atrelado a dois tipos de indexadores – o IPCA (inflação) e uma taxa de juros determinada no momento da compra. Conhecido também como Tesouro IPCA, a união destes dois indexadores, assegura a este título que ele tenha uma rentabilidade sempre acima da inflação.

Para saber qual o melhor tipo de investimento para você, antes de mais nada, trace o seu perfil de investidor. O teste pode ser feito aqui mesmo no nosso site.

Tributos nos Títulos Públicos

Como os demais títulos de renda fixa, como por exemplo o CDB, os Títulos Públicos são taxados com IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) regressivo para aplicações com prazo inferior a 30 dias e com Imposto de Renda Regressivo:

[tie_list type=”starlist”]

  • Até 180 dias – 22,5%
  • De 180 a 360 dias – 20%
  • De 361 a 720 dias – 17%
  • Acima de 720 dias – 15%

[/tie_list]

Títulos Públicos Turbinados

Além de ser um investimento seguro, de alta liquidez, e fácil de contratar, investir em Títulos públicos ainda te dá a vantagem de poder utilizá-los como garantia para investir na bolsa de valores. Assim, você pode potencializar seus investimentos – além da rentabilidade do título em si, você poderá aumentar seu patrimônio.

Ficou interessado?

Faça o teste de perfil do investidor e descubra se esse tipo de investimento é o ideal para você.

[banner id=”teste-perfil”]