Tesouro Direto: títulos têm rendimento menor que poupança em abril

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: tesouro direto

Os dois títulos pós-fixados do Tesouro Direto que são negociados no mercado primário, registraram rentabilidade menor do que a poupança em abril. Esta rendeu 0,16% no mês. Mas os dois papéis do Tesouro Direto ficaram abaixo de 0,10% ao mês.

De acordo com matéria do Valor Econômico, o Tesouro Selic de 2024 registrou rentabilidade negativa de 0,02%. Já o papel com vencimento em 2027 subiu 0,02%. Para ter uma ideia, outras aplicações atreladas ao CDI renderam 0,20%.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O que explica essa baixa rentabilidade, de acordo com a especialista em renda fixa da Órama, Sandra Blanco, foi a migração de títulos pós-fixados na Selic para os prefixados. Esse movimento ocorreu por causa do leilão dos prefixados de curto prazo, o que ocasionou um aumento de interesse.

Ainda em abril, o título com vencimento para março de 2025, registrou rendimento de 0,20% negativos. Porém, no ano acumula uma rentabilidade de 0,04%. E em 12 meses, 1,01%.

Os papéis indexados ao IGP-M com juros semestrais, com vencimento em 2031, rendeu em no mês, 1,48%. No acumulado do ano, a rentabilidade é de 9,56%. Já o acumulado de 12 meses, têm rentabilidade de 35,64%.

Títulos indexados ao IPCA

Sobre os papéis indexados ao IPCA, o título com vencimento em agosto de 2024 foi de 1,69% no mês. No acumulado de 2021, rendeu negativamente em 0,36%. No ano, acumula um rendimento de 9,85%.

O título com vencimento para agosto de 2026 rendeu em abril 1,22%. O título com vencimento para agosto de 2026 acumula rendimento negativo de 2,11%. Já no acumulado do ano, registra uma rentabilidade de 9,81%.

IPCA juros semestrais

Já os títulos atrelados ao IPCA e mais juros semestrais tiveram rentabilidade maior que 1% ao mês em abril. Com exceção dos papéis que vendem em 2030, 2035, 2040 e 2045.

O título com vencimento em agosto de 2024 rendeu no quarto mês do ano 1,56%. No ano, acumula rentabilidade negativa de 0,09%. Já nos últimos 12 meses, acumula uma rentabilidade de 9,78%.

Reunião do Copom

A taxa Selic é um item fundamental para os títulos do Tesouro. O Comitê de Política Econômica (Copom) se reúne esta semana para atualização da Selic. A expectativa é que a taxa básica de juros cresça de 2,75% para 3,5%. Ou seja: espera-se uma elevação de 0,75 ponto percentual.

Até dezembro, a taxa Selic pode continuar subindo. Porém, há divergências no mercado. Para o BTG Pactual (BPAC11), por exemplo, a Selic termina o ano em 5,5%.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo