Tesouro Direto: taxas dos títulos sobem nesta quinta-feira

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

As taxas dos títulos do Tesouro Direto registram alta nesta quinta-feira (24) na comparação às oferecidas no fechamento da quarta-feira (23).

A maioria dos títulos mantiveram a tendência de alta registrada ontem (23).

A maior alta foi observa no Tesouro Prefixado 2031 com juros semestrais.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

  • Confira as variações do Tesouro hoje:
TesouroInvestimento MínimoTaxa (% a.a.) 23/09/2020Taxa (% a.a.) 24/09/2020Variação (p.p.)
Prefixado 2023R$ 36,164,55%4,56%+0,01
Prefixado 2026R$ 34,777,10%7,15%+0,05
Prefixado 2031 juros semestraisR$ 35,617,51%7,61%+0,10
Selic 2025R$ 106,590,09%0,10%+0,01
IPCA + 2026R$ 56,712,72%2,74%+0,02
IPCA +2035R$ 37,154,02%4,07%+0,05
IPCA + 2045R$ 37,444,02%4,07%+0,05
IPCA + juros semestrais 2030R$ 40,613,33%3,38%+0,05
IPCA + juros semestrais 2040R$ 42,084,01%4,06%+0,05
IPCA + juros semestrais 2055R$ 44,204,22%4,27%+0,05

Cenário

Os mercados globais abriram a quinta-feira (24) em queda, repercutindo as preocupações com o avanço do coronavírus na Europa, mas passaram a operar de forma mista.

O número de casos diários no Reino Unido aumentou 25% de um dia para o outro, segundo a BBC, ultrapassando 6 mil novas contaminações em 24 horas.

Além do problema sanitário, os investidores digerem os comentários do presidente americano Donald Trump de que não se comprometeria com uma transferência pacífica de poder, caso perdesse a eleição.

Dessa forma, os investidores se preocupam com um resultado eleitoral prolongado.

Hoje, o presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Jerome Powell, fala novamente ao Congresso e deve reafirmar a necessidade de mais estímulos à economia. “A recuperação será mais rápida se houver apoio tanto do Congresso quanto do Fed”, ele disse ontem.

O dia tem ainda a divulgação dos novos pedidos de seguro-desemprego nos EUA, que devem ficar na casa dos 840 mil (foram 860 mil na semana passada). Se confirmado o resultado, esta será a quarta semana com reivindicações abaixo de 1 milhão.