Tesouro Direto: taxas de títulos voltam a subir nesta sexta-feira

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Crédito: tesouro direto

As taxas dos títulos do Tesouro Direto registram alta novamente nesta sexta-feira (18) na comparação às oferecidas no fechamento da quinta-feira (17). Todos os títulos tiveram correções para cima. Com mais essa variação positiva, o Tesouro registra quatro dias seguidos de altas. Na semana, desde segunda-feira, a alta média dos títulos é de 0,1 ponto porcentual.

  • Confira as variações do Tesouro hoje:
TesouroInvestimento MínimoTaxa (% a.a.) 17/09/2020Taxa (% a.a.) 18/09/2020Variação (p.p.)
Prefixado 2023R$ 36,364,27%4,28%+0,01
Prefixado 2026R$ 35,346,76%6,80%+0,04
Prefixado 2031 juros semestraisR$ 36,127,35%7,37%+0,02
Selic 2025R$ 106,640,07%0,08%+0,01
IPCA + 2026R$ 57,272,50%2,54%+0,04
IPCA +2035R$ 37,983,84%3,90%+0,06
IPCA + 2045R$ 38,903,84%3,90%+0,06
IPCA + juros semestrais 2030R$ 41,163,13%3,18%+0,05
IPCA + juros semestrais 2040R$ 42,893,83%3,89%+0,06
IPCA + juros semestrais 2055R$ 45,004,09%4,15%+0,06

Cenário

Os mercados operam sem direção definida nesta sexta-feira (18). Os números em relação ao Covid-19 podem dar o tom aos negócios.

A Organização Mundial de Saúde alertou para uma “situação muito grave”  surgindo na Europa. Segundo o diretor da OMS na Europa, Hans Kluge, a transmissão do coronavírus em setembro está mais rápida que no início da pandemia.

É um bom momento para investir em FIIs? Confira tudo isso no FII Summit

Ontem as empresas de tecnologia listadas na bolsa Nasdaq tiveram mais um dia de queda. O índice caiu 1,27%, enquanto Dow Jones recuou 0,47% e o indice S&P 500 teve -0,84%.

No Brasil, a Ibovespa conseguiu se descolar de Nova York e fechou em alta de 0,42%, aos 100.097 pontos.

Hoje, o Ibovespa futuro abriu em baixa de 0,25%, aos 99.970.

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), que ajusta os aluguéis, subiu para 4,57% na segunda prévia de setembro. Na primeira prévia, a alta foi de 4,41%. Em julho, a leitura foi de 2,34%. Com o resultado, a taxa acumulada em 12 meses passou de 12,58% para 18,20%.