Tesouro Direto: taxas dos títulos voltam a subir nesta quarta

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Crédito: Tesouro Direto tem taxas maiores nesta quarta

As taxas dos títulos do Tesouro Direto registram alta nesta quarta-feira (16) na comparação às oferecidas no fechamento da terça-feira (15).

A maioria dos títulos tiveram correções para cima.

  • Confira as variações do Tesouro hoje:
TesouroInvestimento MínimoTaxa (% a.a.) 15/09/2020Taxa (% a.a.) 16/09/2020Variação (p.p.)
Prefixado 2023R$ 36,364,26%4,27%+0,01
Prefixado 2026R$ 35,416,73%6,75%+0,02
Prefixado 2031 juros semestraisR$ 36,177,32%7,34%+0,02
Selic 2025R$ 106,680,05%0,07%+0,02
IPCA + 2026R$ 57,472,49%2,47%-0,02
IPCA +2035R$ 38,333,82%3,83%+0,01
IPCA + 2045R$ 39,533,82%3,83%+0,01
IPCA + juros semestrais 2030R$ 41,423,10%3,09%-0,01
IPCA + juros semestrais 2040R$ 43,293,80%3,81%+0,01
IPCA + juros semestrais 2055R$ 45,654,06%4,06%0,00

Cenário

Ibovespa futuro abriu em alta de 0,37%, aos 100.772 pontos.

Os mercados estarão de olho hoje no último dia da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central. A expectativa da maioria do mercado é de que a autoridade monetária irá manter em 2% ao ano a taxa de juros básica (Selic), depois do corte de 0,25 ponto porcentual realizado no início de agosto.

Mas, além da definição da taxa, interessa aos investidores o comunicado que acompanhará a decisão de política monetária.

Há pouco, a Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgou o Índice Geral de Preços-10 (IGP-10), que subiu 4,34% em setembro, ante 2,53% em agosto. A projeção do mercado era por alta de 4,15%. No ano, o índice acumula alta de 13,98% e de 17,03% em 12 meses.

Já o IPC-S, também da FGV, subiu para 0,58% na segunda quadrissemana de setembro, após registrar variação de 0,48% na leitura anterior.

No exterior, expectativa também para as decisões do Federal Open Market Committee (Fomc), do Federal Reserve norte-americano. Trata-se da primeira reunião do comitê depois que o Fed anunciou que seria mais tolerante com a inflação para viabilizar a retomada do crescimento pós-Covid-19.

balança comercial da zona do euro teve superávit de 27,9 bilhões de euros em julho, bem acima da projeção do mercado de 12,6 bilhões. Em junho, o superávit foi de 20,2 bilhões.