Terminais portuários em Santos e em Santa Catarina vão a leilão nesta sexta

Osni Alves
Jornalista desde 2007. Passou por redações e empresas de comunicação em SC, RJ e MG. E-mail: oalvesj@gmail.com.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Os terminais portuários em Santos vão a leilão nesta sexta-feira (19). Isso porque o governo federal vai colocar dois à disposição via pregão. Segundo o ministério da Infraestrutura, trata-se do maior arrendamento portuário dos últimos 20 anos.

A pasta vai disponibilizar as áreas STS08 e STS08A para arrendamento por 25 anos, sendo que elas são destinadas à movimentação, armazenagem e distribuição de granéis líquidos (combustíveis).

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Descendo um pouco mais a costa, o próximo a ser leiloado ainda nesta sexta-feira será o Porto de Imbituba, no Sul de Santa Catarina. Este terminal movimenta granéis líquidos combustíveis ou químicos.

A movimentação do governo se insere na Super Infra, que é uma temporada de leilões que teve início em outubro e vai até dezembro. A autoridade brasileira pretende levantar R$ 23,5 bilhões em investimentos privados e gerar 400 mil empregos.

porto_itapoa_3

Terminais portuários

A expectativa do Executivo com o arrendamento dos três terminais é gerar R$ 1 bilhão em investimentos privados ao longo de 25 anos de contrato, com a criação de mais de 16 mil empregos nessas regiões.

Vale lembrar que pela modalidade, será considerado vencedor do pleito aquele que apresentar o maior valor de outorga. Os leilões vão acontecer na sede da B3, em São Paulo, a partir das 11h.

Para se ter ideia da força do segmento, somente o Porto de Santos, que é um dos principais do país, movimenta anualmente mais de 9,18 milhões de toneladas. Ele está localizado a 70 km de São Paulo.

Já as áreas dos terminais portuários leiloados neste dia são atualmente operadas pela Transpetro, subsidiária da Petrobras.

STS08A e STS08

Ainda de acordo com o governo, o STS08A possui cerca de 297.349 metros quadrados e tem investimento previsto de R$ 678,3 milhões durante a duração do contrato. Já o STS08 possui área de 168.324 metros quadrados e deve receber R$ 260,6 milhões para melhoramentos.

Os arrendamentos dos terminais, somados, deverão gerar 16.168 empregos, entre diretos, indiretos e efeitos renda ao longo dos contratos, segundo o Ministério da Infraestrutura.