Tereza Cristina confirma Celso Luiz Moretti como presidente da Embrapa

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Divulgação

Celso Luiz Moretti, que há seis meses assumiu interinamente o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), foi confirmado como efetivo no cargo neste fim de semana.

Tereza Cristina, ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, fez o anúncio em entrevista concedida para a Agência Brasil.

Durante o bate-papo, a ministra adiantou que em 2020 a empresa vai continuar com “uma agenda robusta”, e neste sentido três frentes terão prioridade.

Entre as prioridades está a edição genômica, já utilizada para evitar o escurecimento do feijão. Ela permite, por meio das chamadas tesouras genéticas, editar o DNA de plantas, animais e microrganismos.

Segundo a matéria publicada na Agência Brasil, os pesquisadores querem tornar a soja adaptada à seca e também resistente a uma praga chamada hematóide, uma espécie de verme que ataca a raiz e mata o grão.

“Acredito que essa tecnologia substituirá os transgênicos. Isso vai impactar na questão de barreiras a alimentos que hoje, por exemplo, não conseguem chegar à Europa por causa da transgenia”, comentou.