EconomiaNotíciasSelic

Tendência para a taxa Selic é incerta

Veja o que dizem os especialistas sobre a decisão do Banco Central de manter a Taxa Selic em 6,5% ao ano.

Tendência para a taxa Selic é incerta
5 de 2 voto[s]

banco central 1 1024x680 - Tendência para a taxa Selic é incerta

O rumo da taxa básica de juros (Selic) nas próximas reuniões do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) não ficou clara no comunicado feito na quarta-feira (20). Já se esperava a permanência da taxa em 6,5% ao ano, mas daqui para frente, tudo é incerteza.

Por enquanto, a expectativa é de que a Selic fique assim até a próxima reunião do Copom, marcada para o dia 1º agosto. Porém, os cenários interno e externo – influencias para a definição da Selic – podem mudar bastante nesse meio tempo, alertam os especialistas.

“O Banco Central afirmou que depende de dados para compor a Selic. E isso se dá conforme a evolução do cenário econômico”, explica a economista Tatiana Pinheiro.

Conforme o último comunicado divulgado, o Copom espera os efeitos da greve dos caminhoneiros nos próximos dados de inflação e atividade econômica do país. Os analistas preveem uma alta ainda maior no índice de preços e resultados fracos nos indicadores de atividade.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Captura de Tela 2018 06 20 às 11.01.53 1 - Tendência para a taxa Selic é incerta

Mas há certo otimismo nisso tudo. Apesar dos reflexos da greve dos caminhoneiros, os economistas acreditam que a inflação permanecerá num patamar baixo nos próximos meses, o que abre espaço para que os juros não aumentem no curto prazo.

O Copom diz no comunicado que a expectativa de inflação para 2018, segundo a pesquisa Focus, encontra-se em 3,9%. Já para 2019, espera-se inflação de 4,1%. Ambas estão abaixo do centro da meta de inflação. Tal cenário, segundo o Copom, é a base de recuperação da economia brasileira, mesmo que em ritmo gradual.

Cenário externo

O Banco Central considera um desafio prever os próximos passos da taxa Selic também por causa do cenário externo, que tem grande influencia em nosso país.

Entre as preocupações estão a temida guerra comercial entre Estados Unidos e China, a expectativa de que os EUA subam suas taxas de juros mais rápido do que esperamos, e a disparada do dólar, que pode interferir sobre os preços dos produtos no Brasil por mais tempo.

Captura de Tela 2018 06 21 às 16.20.56 - Tendência para a taxa Selic é incerta

Como a Selic interfere no meus planos de investir?

Os assessores de investimento Eu Quero Investir podem orientar e indicar as aplicações mais rentáveis, conforme a taxa Selic. Preenchendo o formulário logo abaixo, um de nossos profissionais entrará em contato com você. Toda a nossa assessoria é de graça!

Mas, antes de qualquer coisa, vamos descobrir o seu perfil de investidor?

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Patrícia Auth

Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.

Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.

Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Artigos Relacionados

Close