Tenda (TEND3) informa sobre aumento de participação do Itaú (ITUB4); Eneva (ENEV3) emite debêntures

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Reprodução / Facebook / Tenda

A construtora Tenda (TEND3) informou nesta sexta-feira (26) que o Itaú Unibanco (ITUB4) aumentou sua participação na empresa para 5,40% do total das ações ordinárias.

O montante corresponde a 5.635.979 ações.

O Itaú declara que não tem o objetivo de alterar a composição do controle acionário ou estrutura administrativa da Tenda.

A compra das ações foi realizada no último dia 24 de junho.

A TEND3 fechou a sexta-feira valendo R$ 29,52, depois de cair 4,90% em relação ao pregão anterior. No dia da operação, o ativo valia R$ 30,37.

Eneva (ENEV3) conclui emissão de debêntures

A Eneva (ENEV3) comunicou que foi concluído o processo da quinta emissão de debêntures simples, em série única, no valor total de R$ 650 milhões.

O vencimento é dia 15 de junho de 2030.

A amortização é em três parcelas anuais, todas na mesma data, em 2028, 2029 e, finalmente, 2030.

“A liquidação final da operação está prevista para ocorrer em 29 de junho de 2020”, informa a empresa.

“A realização da emissão está sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes usuais em operações desta natureza”, conclui.

A Eneva tem um parque de geração térmica com 2,8 GW de capacidade instalada, sendo 78% operacional.

Desses, 1,9 GW à gás natural e 725 MW à carvão mineral.

É a terceira maior empresa em capacidade térmica do país, responsável por 11% da capacidade térmica a gás instalada nacional.

É também a maior operadora privada de gás natural do Brasil, com capacidade de produção de 8,4 milhões de metros cúbicos por dia.

A Eneva opera mais de 50 mil quilÔmetros quadrados de área nas Bacias do Parnaíba (MA) e do Amazonas (AM), segundo informa a própria empresa em seu site.