Tegma (TGMA3) registra lucro de R$ 29,9 mi no 3TRI, queda de 67,2%

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.

Crédito: Tegma

A Tegma Logística (TGMA3) registrou um lucro líquido de R$ 29,9 milhões no terceiro trimestre de 2020.

Os números refletem uma queda de 67,2% sobre um ano antes, com lucro de R$ 91,4 milhões.

Já na comparação com o segundo trimestre de 2020, a Companhia reverteu um prejuízo de 4,4 milhões.

Confira os melhores momentos da Money Week

No acumulado de 2020, o lucro líquido da Tegma soma R$ 44,9 milhões.

Destaques da Tegma

A quantidade de veículos transportados no trimestre foi de 161,8 mil, 20,9% inferior ao ano anterior, mas uma retomada de 185,6% sobre o trimestre anterior.

A distância média no trimestre foi 1.174km, 6,2% superior na comparação anual.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 2,8 milhões. No terceiro trimestre de 2019, o resultado financeiro foi positivo em R$ 30,5 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 555,3 milhões, contra Ebitda de R$ 114,9 milhões um ano antes.

Receita contrai 15,1%

A receita líquida atingiu a cifra de R$ 289,2 milhões, uma diminuição de 15,1% sobre a base anual.

De acordo com a Tegma, o desempenho foi afetado pela queda da quantidade de veículos transportados na divisão automotiva, refletindo a pandemia da Covid-19.

Já na comparação com o trimestre anterior, a receita avançou 122,2% dada em função da reabertura da economia.

O lucro bruto foi de R$ 64,7 milhões, uma redução de 6,6% no ano.

Enquanto a margem bruta ficou em 22,4%, alta de 2,0 pontos percentuais.

Caixa e investimentos

A Tegma encerrou o trimestre com um caixa líquido de R$ 54,3 milhões ante um caixa líquido de R$ 62,5 milhões em 30 de junho de 2020.

A empresa investiu R$ 4,4 milhões no terceiro trimestre de 2020 e R$ 14,1 milhões no acumulado de 2020.

“O investimento mais relevante no trimestre foi a aquisição de embalagens no valor de R$ 3,3 milhões por conta do aumento do volume da operação de logística industrial para o setor de eletrodoméstico”, informou a Tegma.

Pagamento de proventos

O Conselho de Administração da Companhia aprovou nesta sexta-feira (6) o pagamento de proventos, no valor total de R$ 22,43 milhões.

Desse modo, a distribuição de dividendos intercalares, será no valor de R$16,82 milhões, sendo que o valor por ação será de R$0,2551403880.

Já os Juros sobre o capital próprio (JCP) será pago no montante de R$ 5,6 milhões, que corresponde a R$ 0,0850467960 por ação.

Os dividendos intercalares e os JCP serão pagos aos acionistas em 24 de novembro de 2020.

Para ter direito aos proventos, o acionista precisa estar posicionado no papel em 11 de novembro de 2020. As ações da Companhia serão negociadas “ex-dividendos” e “ex-juros sobre o capital próprio” a partir de 12 de novembro de 2020, inclusive.