Swing trade: tudo que você precisa saber sobre

Weslley A. Santos
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução / Pressfoto / Freepik

Provavelmente, enquanto pesquisava sobre os custos operacionais das corretoras de valores, se deparou com custos para day trade e swing trade. Dessa forma, talvez não tenha compreendido muito bem o que seria cada uma dessas “modalidades”, tornando seu julgamento sobre o preço ineficaz. Assim, o desconhecimento sobre a funcionalidade do mercado de ações faz com que muitos investidores o temam, sem necessidades. Portanto, aprenda de uma vez por todas, com esse artigo, o que é swing trade, para que serve, como funciona e muito mais.

O que é swing trade?

O swing trade é uma forma de trading de curto prazo, ou seja, trata-se da compra e venda de ações por curto prazo, assim como o day trade.

Entretanto, quando nos referimos a day trade estamos falando sobre operações de curtíssimo prazo, isto é, compra e venda de ações no mesmo dia.

Nessa perspectiva, o swing trade é quando se compra uma ação para vendê-la em um tempo que varia entre 3 dias e duas semanas.

Devido a isso, as possibilidades de ganhos são maiores e o risco menor, em comparação ao day trade.

A comparação entre swing trade e day trade ocorre constantemente não só por suas semelhanças, como também para evitar que os dois termos sejam conferidos.

Desse modo, esses dois tipos de operações costumam ter valores operacionais diferentes, sendo o day trade, normalmente, mais custoso. Nesse sentido, cheque os custos operacionais na XP Investimentos e aproveite para criar sua conta!

Além disso, o modus operandi dessa estratégia requer um bom conhecimento sobre interpretação de gráficos e especulação. Contudo, ainda sim, o conhecimento de mercado requerido para swing trade é bem inferior se comparado a outros modos de operação, como o scalping e o day trade.

Como funciona o swing trade?

Primeiramente, é necessário que o investidor saiba especular, pois em um primeiro momento deverá identificar quais ações podem subir de valor.

Desse modo, para atingir esse objetivo, alguns investidores analisam o mercado por alguns dias, focando em algumas ações específicas, para observar o seu comportamento na bolsa.

Sendo assim, quando julga ter conhecimento necessário, o investidor compra os ativos que crê que irão se valorizar em determinado prazo de tempo.

Nesse sentido, é importante que tenha em mente um prazo de tempo pré-determinado e um valor esperado, para que diminua um pouco os riscos.

Dessa forma, o trader que utiliza dessa modalidade de investimentos consegue diminuir as chances de perdas e aumentar os lucros, pois sabe quando sair do mercado e quando entrar.

swing-trade

Reprodução / Academia do Trader

Esta imagem é perfeita para uma compreensão simples do que é swing trading. Dessa maneira, swing significa “balanço”, em tradução literal do inglês, e exatamente assim que a tática funciona.

O investidor observa os balanços, as oscilações do mercado e compra um ativo quando ele está em baixa, sabendo que ele irá aumentar novamente.

Dessa maneira, após um tempo que pode variar de dias a semanas, ele vende o ativo a um preço superior quando ele está em alta novamente.

Para quem é indicado o Swing Trade?

swing-trade

Reprodução / TeroVesalainen / Pixabay

Pessoas de perfil conservador

Como já explicado, o objetivo é comprar uma ação em baixa sabendo que ela irá se valorizar, e é exatamente esse ponto que define para quem é essa tática de investimento.

Dessa forma, logicamente, um investidor de perfil conservador deve fugir do swing trading, haja vista que há o risco de a ação não se valorizar devido a alguma surpresa do mercado.

Nessa perspectiva, a ação poderia se desvalorizar ainda mais e o investidor acabar vendendo ela por um preço inferior ao que pagou.

Assim, devido a esse risco, esse tipo de operação não é indicada para quem quer investir com segurança garantida, pois mesmo para quem tem alto conhecimento ela não será.

Pessoas de perfil moderado e arrojado

O Swing Trade é uma excelente opção para pessoas de perfil moderado/despojado, ou seja, que aturam um pouco de risco em prol de uma rentabilidade maior.

Quanto a investidores arrojados/agressivos, não há dúvidas de que é excelente.

Nesse sentido, o swing trading é mais fácil do que outros métodos de operação como scalping e day trading, portanto, pode ser uma boa maneira de começar a se aventurar no mercado de ações.

Em primeiro lugar, é necessário o estudo do mercado de maneira contínua, baseando-se em gráficos diários, 60 minutos e intraday para que possa responder ao mercado de forma reativa, e não proativa.

Em outras palavras, é necessário basear-se em dados concretos e tomar suas decisões com base no mercado e não em sua crença pessoal. Desse modo, a operação será mais segura.

Que tal descobrir seu perfil de investidor agora mesmo?

Por que operar com swing trade?

A maior vantagem do Swing Trading, se comparado as outras estratégias de operação, é o tempo necessário para dedicar-se e a quantidade de conhecimento necessário.

Assim, como já dito, é importante ter conhecimento de mercado e saber especular, contudo o conhecimento necessário é bem inferior se comparado ao day trade ou ao scalping, por exemplo.

Além disso, a quantidade de dinheiro necessária para se operar com swing trade é bem inferior. Nesse sentido, swing trade além de ter um custo de operação menor, de modo geral, permite que se opere no mercado fracionário.

Nessa lógica, quando se opera com day trade é necessário que compre pelo menos 1 lote de ações, que contém 100 unidades. Devido a isso, o valor de investimento pode ser bem alto, consequentemente, o lucro ou a perda também.

Por outro lado, o Swing Trade permite a compra de ações do mercado fracionário, sendo ideal para quem quer começar a se familiarizar com o mercado de ações. Em soma, é possível aprender aos poucos, sem perder muito, de maneira muito mais segura e confortável.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Dado todos esses motivos, que tal tentar operar com essa incrível estratégia?

Como escolher as melhores ações para swing trade?

swing-trade

Reprodução / Tumisu / Pixabay

Em primeiro plano, é necessário ter uma boa corretora e um bom plano para investir em ações. Em seguida, basta fazer suas analises com base nos itens que serão mostrados a seguir.

Análise técnica ou gráfica

A análise técnica ou gráfica é a principal forma de análise de ações e é baseada em relatórios do passado e do presente.

Dessa maneira, para realizar uma boa análise técnica precisa estar munido de gráficos que contenham preços e volume de negociações.

Tendo isso em mente, o objetivo é identificar as tendências do mercado para saber qual a sua direção e qual decisão você deve tomar.

De modo bem resumido, o mercado é movimentado por três tipos de tendências: alta, baixa e neutra.

Em conseguinte, essas tendências são divididas em curto, médio ou longo prazo.

Assim, uma vez que identificar as tendências do mercado, conseguirá saber o comportamento de determinado ativo em determinado prazo de tempo.

Nessa perspectiva, torna-se-á fácil identificar as boas ações para o swing trade, bastando atentar-se as informações e então monitorar o presente.

Indicadores:

Índice de Força Relativa (IFR): 

Baseando-se no IFR, é possível identificar os níveis de sobrecompra e sobrevenda, de forma sempre ajustada.

Além disso, é necessário atentar-se às divergências e as lts traçadas no próprio indicador, pois elas alertam o “advanced breakdown”.

Glossário:

Advanced Breakdown: é quando um indicador, como o IFR, rompe uma LTA, LTB ou resistência muito antes do movimento dos preços. Em outras palavras, significa que o indicador fez um movimento antecipado e o preço do papel conseguirá fazer mais um movimento antes de seguir o que o indicador apontava.

LTA e LTB: LTA é uma sigla para Linha de Tendência Alta e LTB para Linha de Tendência Baixa.

Bandas de Bollinger:

As Bandas de Bollinger são excelentes para acompanhar a volatilidade do papel.

Dessa forma, há duas bandas, uma superior e uma inferior e os preços estão contidos entre elas.

Assim, quando temos um período de baixa volatilidade, as bandas se estreitam e, logicamente, quando a volatilidade é alta elas se alargam.

Assim sendo, é de suma importância acompanhar as fugas em longos candles, pois assim saberá para qual lado será o movimento do ativo.

Médias móveis exponencias:

Uma média móvel é a média de uma série de dados sequenciais em um dado espaço de tempo.

Desse modo, são os indicadores mais populares e ajudam a orientar as tendências da ação.

As médias móveis exponenciais podem ser:

  • Curto prazo (tendência terciária): a calibragem indicada é de 9 períodos e é um ótimo stop para swing trade.
  • Médio prazo (tendência secundária): a calibragem indicada é de 21 períodos.
  • Longo prazo (tendência primária): a calibragem indicada é de 200 períodos.

Vale destacar, ainda, que aqui o foco para operações de swing trade são nas médias exponenciais de curto prazo, pois serão as melhores para obter uma orientação.

Candlesticks:

Martelo e suas variações (martelo invertido, enforcado e estrela cadente):

Martelo: é um tipo de candle e possui seu corpo no topo do candle.

Candle: do inglês, significa vela e indica os valores mínimos, máximos, de abertura e fechamento em um determinado período.

Além disso, um candle possui um corpo e uma sombra. Assim sendo, o corpo aponta a diferença entre o valor de abertura e fechamento do pregão.

Já as sombras indicam os valores máximos (sombra superior) e mínimos (sombra inferior) que o ativo atingiu naquele período.

Martelo invertido: possui corpo pequeno e uma longa sombra superior, sendo semelhante a estrela cadente/shooting star.

Em soma, o martelo invertido é utilizado para mostrar um padrão de reversão de fundo, ou seja, ele demonstra um padrão de alta após uma queda.

Estrela cadente/Shooting Star: é um tipo de candle com corpo pequeno e uma longa sombra superior.

Somado a isso, a estrela cadente nos mostra que o mercado abriu, fez um forte ralí de alta, mas no final enfraqueceu e fechou próximo a abertura.

A principal diferença entre uma shooting star e o martelo invertido é que a estrela cadente é um padrão de reversão de topo, enquanto o martelo invertido é um padrão de reversão de fundo.

Enforcado: o enforcado possui a mesma formação do martelo, a diferença é que o martelo ocorre no fundo e o enforcado no topo. Ademais, ele possui o corpo na parte superior e uma longa sombra que é no mínimo o dobro do tamanho do corpo.

O enforcado ocorre após um rally de alta e indica que o movimento anterior pode estar acabando. Por fim, ele possui este nome por de fato parecer um homem enforcado.

Doji e suas variações (long doji, spinning top, 4 preços, lápide e dragão):

Doji: o doji é um dos padrões de estrelas e ocorre quando o preço de abertura do pregão é muito próximo do preço do fechamento.

Além disso, o doji normalmente represente uma mudança de tendência.

Long doji: é quando a sombra do doji é muito longa, podendo ser chamado também de doji de pernas longas.

Doji lápide: é quando os preços de abertura e fechamento são na mínima do dia.

Spinning top: também chamado de pião, ele se assemelha bastante a um pião em forma e nos indica que a tendência do mercado está perdendo força.

spinning-top

Reprodução / Powerquote

Doji 4 preços: são os doji que possuem o preço de fechamento igual ao de abertura, além de ter uma ausência total de sombras. Ademais, seu corpo é representado somente por uma linha horizontal e ocorre normalmente em ativos de baixa liquidez ou em gráficos intraday de um minuto.

Doji dragão: é um indicador de reversão em um trade de baixa, ou seja, nos mostra que haverá uma alta nos preços. Em acréscimo, ele possui uma longa sombra formada abaixo dos preços de abertura e fechamento e nenhuma sombra acima destes preços.

swing-trade

Reprodução / Powerquote

Na imagem acima é possível visualizar melhor cada um dos conceitos explicados, a fim de facilitar a compreensão.

Considerações finais

O swing trade, embora mais simples do que daytrade e scalping, não é indicado para pessoas com baixo conhecimento do mercado e interpretação gráfica.

No entanto, caso deseje muito investir em swing trade, recomendo duas opções: invista pouco e um dinheiro que não lhe seja necessário para aprender aos poucos ou, melhor ainda, consulte um especialista.

Ademais, saiba que, assim como qualquer investimento, não há como enriquecer da noite para o dia, a não ser que você tenha um grande patrimônio para investir e saiba o que está fazendo.

Portanto, invista com segurança, aos poucos, aprenda a dominar melhor o mercado, não se trata de previsão, vidência ou algo do tipo, é apenas interpretação, conhecimento.

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.