Suzano (SUZB3) registra queda de 66,5% no prejuízo no 3TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação Suzano

A Suzano (SUZB3) registrou prejuízo líquido de R$ 1,157 bilhões no terceiro trimestre de 2020, o que representa queda de 66,54% na comparação com igual período do ano passado.

O desempenho é explicado pelo menor resultado financeiro negativo, por sua vez decorrente da variação cambial sobre a dívida e pelo resultado de operações com derivativos; bem como pelo aumento no resultado operacional.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 4,223 bilhões no período, uma redução de 35% sobre as perdas financeiras do terceiro trimestre de 2019.

Consulte os melhores diálogos e insights da Money Week.

A Suzano teve uma geração de caixa de R$ 2,854 bilhões, um aumento de 88%.

De acordo com a Suzano, o resultado foi reflexo principalmente da elevação do Ebitda, parcialmente compensado pelo aumento do capex de manutenção.

Ebitda sobe 58%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 3,779 bilhões no trimestre, uma elevação de 58% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

A margem Ebitda ajustado atingiu 51%, baixa de 15 pontos percentuais na comparação anual.

Conforme a Suzano, o resultado foi influenciado pela valorização do dólar; redução do custo produto vendido e maior volume de vendas ex-Klabin.

Receita cresce 13%

A receita líquida somou R$ 7,471 bilhões no trimestre, um aumento de 13% em relação ao mesmo período de 2019. Aproximadamente 82% da receita gerada foi no mercado externo.

De acordo com a Suzano, o desempenho ocorreu em função principalmente da valorização de 35% do dólar.

Dívida da Suzano

A dívida líquida da Suzano encerrou setembro em R$ 68,731 bilhões, um aumento de 24% na comparação com mesmo período de 2019.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebitda ajustado, ficou em 5,1 vezes no final de setembro. Um ano antes era de 4,7 vezes.

Investimentos

A Suzano investiu R$ 1,167 bilhões no terceiro trimestre, 27% menos que no mesmo período de 2019.

Os aportes foram direcionados principalmente para com formação florestal, projetos industriais e aquisição de terras e florestas.

Confira os principais destaques do balanço da Suzano (SUZB3):

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.