Suzano (SUZB3) tem alta de quase 4% após balanço; Klabin também sobe

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Apesar da queda do Ibovespa, a Suzano registra ganhos relevantes nesta sessão de sexta-feira (30). Por volta das 11h15, a ação da Suzano subia 3,89%.

A Suzano registrou prejuízo líquido de R$ 1,157 bilhões no terceiro trimestre de 2020, o que representa queda de 66,54% na comparação com igual período do ano passado.

Entre as maiores altas, aparece sua rival Klabin (KLBN11), com ganho de 1,55%.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

A Petrobras (PETR4) avança 0,54%, repercutindo as avaliações positivas sobre seu balanço.

Outros poucos papéis do Ibovespa registram ganhos no pregão. São eles: Cielo (CIEL3) 1,17%, Vale (VALE3) +0,02% , Rumo (RAIL3) +0,87%, IRB (IRBR3) +0,16% e Bradespar (BRAP4) +0,28%.

Maiores baixas do Ibovespa

As varejistas Lojas Americanas (LAME4) e B2W (BTOW3) lideraram as perdas do índice, após a divulgação dos respectivos balanços na noite de ontem (29).

Consulte os melhores diálogos e insights da Money Week.

A Via Varejo (VVAR3) vem logo em seguida, com perdas de 4,22%.

Lojas Americanas (LAME4) tem alta 3,5% no lucro

Lojas Americanas (LAME4) teve lucro líquido de R$ 49,9 milhões no terceiro trimestre de 2020, alta de 3,5% ante o terceiro trimestre de 2019. Mesmo com a alta do lucro, a ação da companhia opera em queda de 5,10%.

“O crescimento acelerado da plataforma digital e a progressiva retomada das atividades normais na plataforma física beneficiaram o resultado do trimestre”, explicou a Lojas Americanas.

B2W (BTOW3) tem queda de 64,1% no prejuízo

B2W (BTOW3) reportou prejuízo de 36,8 milhões no terceiro trimestre de 2020, redução de 64,1% em relação ao terceiro trimestre de 2019. O papel recua 5,29%.

Ações do setor de turismo seguem em queda

As operadoras aéreas Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) recuam 3,01% e 2,31%, respectivamente. Já CVC (CVCB3) cai 2,29%.

O movimento reflete as preocupações com a pandemia do novo Covid-19.

Locaweb (LWSA3) anuncia oferta vinculante à Vindi 

Os membros do conselho de administração da Locaweb (LWSA3) anunciaram a formalização de uma proposta vinculante para a aquisição de até 100% (cem por cento) do capital social total da Vindi Tecnologia e Marketing S.A.

A avaliação da empresa é de R$ 180 milhões, considerando zero de dívida líquida e capital de giro. Com isso, a ação cai 3,48%.

Grendene (GRND3) tem queda de 33,6% no lucro

Grendene (GRND3) apresentou um lucro líquido de R$ 110,8 milhões no terceiro trimestre de 2020. Isso representa uma redução de 33,6% em relação ao mesmo período do ano passado. A ação recua 2,44%.

LOGG3 tem alta de 187% no lucro do terceiro trimestre

Log Commercial Properties (LOGG3) reportou um lucro líquido R$ 66,2 milhões no terceiro trimestre deste ano, um desempenho 186,8% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. Os papéis da companhia operam com queda de 0,46%

Isa Cteep (TRPL4) tem queda de 2,4%

A transmissora de energia Isa Cteep (TRPL4) lucrou R$ 400,6 milhões no terceiro trimestre de 2020. O valor é 2,4% menor do que os R$ 410,3 milhões lucrados no período de 2019. Opera próximo da estabilidade, com ganho de 0,13%.

Totvs (TOTS3) tem queda de 9,3% no lucro no 3TRI

Totvs (TOTS3) reportou lucro de R$ 79,3 milhões no terceiro trimestre de 2020. Houve uma queda de 9,3% com relação ao mesmo período de 2019.

A ação da Totvs recua 0,28%.

Fleury (FLRY3) tem alta de 45% no lucro no 3TRI20

Fleury (FLRY3) reportou um lucro líquido de R$ 132,1 milhões no terceiro trimestre deste ano. Isso representa uma elevação de 45% na comparação com o período do ano passado.

Os papéis da Fleury caem 0,98%.

Grupo Soma (GSOM3) informa aumento de capital

Grupo Soma (SOMA3) informou um aumento de capital aprovado nesta quinta-feira. A subscrição e integralização de novas quotas representativas do capital social da subsidiária MF 2008 Comercial Modas Ltda., em decorrência do aumento do capital social no valor de R$ 30 milhões.

Também será feita a subscrição de R$ 30 milhões de novas ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal representativas do capital social da subsidiária Wardrobe Criações e Comércio S.A. O papel da varejista de moda sobe 0,51%.

Já a Track & Field (TFCO4) recua 0,44%.