Suspeita de gasolina adulterada leva Anac a monitorar situação das aeronaves

Osni Alves
Jornalista (2007); Especializado em Comunicação Corporativa e RP (INPG, 2011); Extensão em Economia (UFRJ, 2013); Passou por redações de SC, RJ e BH (oalvesj@gmail.com).
1

Foto: Suspeita de gasolina adulterada leva Anac a monitorar situação das aeronaves

Denúncias de uma possível contaminação da gasolina de aviação (AVGAS) levaram a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) a montar grupo de acompanhamento do caso.

A autarquia comunicou o fato ao mercado a manhã desta segunda-feira (13), bem como à ANP (Agência Nacional de Petróleo e Gás).

O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da Aeronáutica, também foi informado e está em alerta.

Análises e Resumos do mercado financeiro com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

Na sequência, a Anac solicitou os reportes dos operadores de aeronaves que identificaram problemas em seus aviões.

Trata-se de um trabalho de mapeamento de riscos para a aviação geral promovido em parceria com a Aopa (Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves).

Conforme a Anac, 67 relatos foram encaminhados à agência até o momento.

Também nesta segunda a BR Distribuidora (BRDT3) suspendeu preventivamente a comercialização gasolina de aviação.

aviao-anac-combustivel

Identificação de causas e extensão do problema

De acordo com a autarquia, a ANP também investiga ações de distribuidoras para avaliar possíveis causas e extensão da suposta contaminação de alguns lotes de gasolina de aviação.

Na última semana, técnicos da ANAC acompanharam a ANP nas coletas de amostras feitas em alguns aeroportos e a agência monitora a pronta avaliação da situação pelas entidades do setor de combustível.

Cabe ressaltar que a AVGAS só é utilizada em aeronaves da aviação geral de menor porte (mono ou bimotor), não afetando as aeronaves de maior porte que atendem voos regulares de passageiros.

Atualmente, são cerca de 12 mil aeronaves com esse tipo de abastecimento.

Somente após recebimento e checagem das denúncias, bem como dos lotes de combustíveis a Anac poderá estabelecer medidas cautelares e emergenciais.

aviao-anac-combustivel-2

Recomendações ao setor

Segundo a agência, nos últimos dias foram emitidas diversas recomendações visando a mitigação dos riscos.

Dentre as quais, recomendação de que operadores aeroportuários entrem em contato com seus fornecedores de AVGAS para mais informações e identificação do lote suspeito e, em caso de identificação positiva, suspendam imediatamente o uso;

Aos proprietários e operadores de aeronaves, a recomendação é para que façam antes de cada voo uma inspeção visual dos componentes.

Caso identifiquem quaisquer indícios de corrosão ou ressecamento de componentes, não voem com aquela aeronave, relatem imediatamente à agência e procurem uma organização de manutenção de produto.

Ao receber esse tipo de caso, as oficinas de manutenção aeronáutica devem reportar tempestivamente ao Sistema de Dificuldade em Serviço (SDR) da ANAC.