Surto de coronavírus pode afetar compras chinesas de produtos agrícolas dos EUA

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo

Crédito: Reprodução/YouTube

O surto de coronavírus pode afetar as compras da China de produtos agrícolas dos EUA. De acordo com a Reuters, neste ano o acordo comercial da Fase 1 foi assinado pelos países. A informação foi divulgada pelo conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Robert O’Brien.

O coronavírus matou mais de 1.000 pessoas na China, onde houve quase 43.000 casos. Houve outros 319 casos confirmados em 24 outros países, incluindo 13 nos Estados Unidos.

“Esperamos que o acordo da Fase 1 permita que a China importe mais alimentos. E abra esses mercados para os agricultores americanos. Mas certamente, o surto de coronavírus na China pode ter um impacto”, disse O’Brien em um evento no Atlantic Council.

O acordo comercial da Fase 1, assinado em 15 de janeiro, insta a China a aumentar suas compras de commodities agrícolas dos EUA em US $ 40 bilhões nos próximos dois anos. Para O’Brien, a China desempenha um papel crítico na cadeia de suprimentos global e que o coronavírus pode ser um obstáculo.