Suprimentos da indústria eletrônica podem ter atraso devido ao coronavírus

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução / Agência Senado

Os fabricantes de eletrônicos da China estão preocupados com sua produção devido ao coronavírus, Covid-19. A preocupação é a respeito da cadeia de suprimentos. Em que, com as interrupções pelo vírus podem acabar atrasando a produção por semanas. Segundo informações da CNBC.

O IPC, um grupo comercial que representa os fabricantes e fornecedores de peças eletrônicas preveem que as peças vão chegar atrasadas. Eles foram instruídos a aguardar três semanas, para as entregas serem feitas devido ao coronavírus. Mas segundo o IPC, a espera vai ser mais longa. Algumas empresas esperam que seja superior a nove semanas. 

A indústria de eletrônicos é delicada, devido a depender de muitos componentes e subfornecedores. Se uma peça, por exemplo falta, já desacelera e atrasa a produção para o produto final. Muitos dos produtos de informática são produzidos com peças ou submontagens, que são fabricadas na China.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Shawn DuBrav, economista-chefe do IPC falou sobre a situação: “Os fabricantes estão preocupados. Estão estudando todas as outras alternativas, mas preocupam-se e vêem atrasos [devido ao coronavírus]. Eles vêem qualquer interrupção como preocupante o que leva a um tempo de inatividade”.

Realizada entre 11 e 16 de fevereiro, a pesquisa teve 150 respostas. Desde o período de coleta de informações, a situação continua a mudar em relação ao coronavírus. A Coréia do Sul, também um dos países-chave na fabricação dos eletrônicos apresentou aumento nos casos de Covid-19. O que dificultou mais a situação.

Produtos de grandes empresas afetadas pelo coronavírus

Alguns fabricantes comentaram estarem buscando fornecedores alternativos, diante desta situação causada pelo Covid-19. Empresas grandes também estão preocupadas com a situação. Como a Apple, que perdeu sua estimativa de receita devido a oferta restrita de seus produtos. A HP, segundo maior fabricante de computadores cortou suas diretrizes de ganhos. Já a Lenovo anunciou em uma teleconferência, que todo o setor não terá suprimento suficiente em decorrência do surto de Covid-19.