Supermercados registram alta no preço de leite, feijão e batata

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo

Crédito: Reprodução

A pandemia de coronavírus fez com que muitos consumidores lotassem os supermercados à procura de itens de alimentação e limpeza. E o preço de produtos como leite, feijão e batata registrou alta em vários estabelecimentos em São paulo. A informação foi divulgada pela Associação Paulista de Supermercados(Apas).

No dia 25 de março, as vendas cresceram 18,2% em comparação a 25 de fevereiro, informou a entidade. O preço do leite longa vida teve alta de 54%, o  do feijão cresceu 67%. Já o do alho aumentou em 45% e da batata teve acréscimo de 90%.

Assim, o motivo partiu de fornecedores, segundo a associação,. Devido a alta procura que esvaziou as prateleiras e interferiu no preço.

“Os associados da Apas têm procurado negociar com seus fornecedores mas, em alguns casos, precisam repassar seus custos”, diz a Apaz em nota.

Segundo a APAS, um trabalho em conjunto com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Minsitério da Justiça, está sendo feito para evitar práticas abusivas.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374