Startup cria solução para simplificar processos entre empresas e instituições públicas

Sabrina Oliveira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Docato conta com mais de 40 colaboradores, lotados na sede da empresa em Ponta Grossa, no Paraná, como também nas filiais em Curitiba e São Paulo. Foto: Divulgação

O Brasil está lista dos países mais burocráticos do mundo, e leva as empresas a gastar muito tempo preparando documentos para pagar impostos e contribuições, segundo o Banco Mundial. Empresários e gerentes passam cerca de 2.000 horas por ano lidando com questões tributárias burocráticas.

A startup Docato surgiu com a proposta de otimizar a burocracia corporativa e otimizar tempo e custos relacionados. A ferramenta usa robôs, inteligência artificial e especialistas para processamento e coleta de dados e documentos presenciais e digitais de vários sistemas institucionais.

Por trás de toda a tecnologia aplicada, a Docato emprega mais de 40 pessoas e está sediada na sede da empresa em Ponta Grossa, no Paraná, Curitiba e São Paulo. O fundador da startup, Vicente Barbur Neto, disse que, diante do otimismo, entrou no mercado em 2017 com “lawtech” e “my audience” para fornecer soluções técnicas para escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

“Em pouco tempo estávamos realizando serviços além do âmbito jurídico. Com isso, lançamos a Docato, com o objetivo de evoluir nossa missão de resolver a burocracia”, reforça Vicente Barbur Neto.

A startup opera divisões que incluem imóveis, construção, financiamento e recuperação de crédito, além da retirada de documentos como certidões, cópias de processos administrativos ou judiciais, além de atos, como protocolos, registros, audiências e averbações, em locais como tribunais/fóruns, prefeituras e cartórios figuram entre os mais demandados pelos clientes.

Para facilitar o acesso aos serviços, a Docato oferece três planos, que permitem contratar robôs, especialistas ou negociar diretamente com os provedores disponíveis, que de acordo com o fundador,  é possível reduzir em até 90% o tempo médio que seria despendido com a burocracia.

“Hoje são realizados mais de 2 mil serviços presenciais e retirados mais de 10 mil documentos digitais por dia. São em torno de 180 clientes que solicitam serviços em todas as cidades do país e que recorrem, diariamente, a nós”, conta.

Segundo o empresário, a jornada remonta ao sonho de fazer do Docato um unicórnio, uma startup avaliada em mais de US $ 1 bilhão. Hoje, a empresa está crescendo a uma taxa de cerca de 10% ao mês e espera-se que receba uma rodada de investimentos para acelerar o crescimento de 2020.

A consultora do Sebrae/PR, Thaise Amaral, conta que relação de parceria entre a Docato e o Sebrae/PR é personalizada à demanda da startup. Segundo ela, o know how da empresa é importante também para outros empreendedores que estão entrando no mercado.

“Aproximamos a Docato de investidores e mentores, disponibilizamos consultorias específicas e geramos networking. Por outro lado, eles participam de programas do Sebrae/PR onde compartilham a trajetória, as experiências e aprendizados adquiridos. É o exemplo de uma empresa que entrou no mundo das startups para vencer e que temos um relacionamento histórico no seu desenvolvimento”, comenta.