Smithfield Foods interrompe atividades de unidade nos EUA

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/Governo Federal

A Smithfield Foods, maior produtor mundial de carne suína, comunicou neste domingo (12), que suas instalações em Sioux Falls, Dakota do Sul permanecerão fechadas por tempo indeterminado. A medida foi adotada por causa de funcionários infectados com coronavírus.

A instalação é uma das maiores unidades de processamento de carne suína nos EUA, representando algo em torno de 4% a 5% da produção suína dos Estados Unidos.

De acordo com a companhia, a fábrica fornece quase 130 milhões de porções de comida por semana, ou cerca de 18 milhões de porções por dia, e emprega 3.700 pessoas. Mais de 550 agricultores familiares independentes fornecem a planta.

Segundo reportagem da CNN, os funcionários da Smithfield representam mais da metade dos casos confirmados de coronavírus no estado. De 430 casos, cerca de 240 são empregados da companhia. Sendo assim, a governadora da Dakota do Sul, Kristi Noem e o prefeito de Sioux Falls recomendaram que empresa interrompesse as atividades por pelo menos duas semanas.

“O fechamento desta instalação, combinado com uma lista crescente de outras plantas de proteína que foram fechadas em nossa indústria, está empurrando nosso país perigosamente para perto do limite em termos de nosso suprimento de carne. É impossível manter nossos supermercados estocados se nossas fábricas não estiverem funcionando. Esses fechamentos de instalações também terão repercussões graves, talvez desastrosas, para muitos na cadeia de suprimentos, em primeiro lugar e principalmente nos criadores de gado de nosso país. Esses fazendeiros não têm para onde enviar seus animais ”, disse Kenneth M. Sullivan, presidente e diretor executivo da Smithfield.

A companhia informou que algumas operações acontecerão na fábrica amanhã (14) para processar o produto em estoque, milhões de porções de proteína. A companhia retornará as atividades na região quando novas recomendações forem recebidas pelas autoridades locais, estaduais e federais.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Os funcionários continuarão sendo remunerados pelas próximas duas semanas. A Smithfield acrescentou que espera conseguir evitar demissões.

Segundo a Bloomberg, o aumento no número de casos levantou preocupações sobre a segurança dos trabalhadores do setor. Foram registrados óbitos de funcionários de controladas da JBS (JBSS3) nos EUA. Isso pode ter ocorrido por causa da proximidade nas linhas de processamento, criando desafios para o distanciamento social. Além disso, os trabalhadores também dividem balneários e vestiários.

Mas, não existem evidências de que alimentos ou embalagens de alimentos estejam associados à transmissão do coronavírus, de acordo com o Food and Drug Administration (FDA) dos EUA.

LEIA MAIS

China reduz importação de carne bovina por coronavírus

Carrefour Brasil (CRFB3) triplica vendas pela internet e vai abrir mil vagas temporárias