Smiles (SMLS3): lucro recua 60,3% no 4TRI, para R$ 90 milhões

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Smiles

A Smiles (SMLS3) registrou um lucro líquido de R$ 90 milhões no quarto trimestre de 2020. Os números refletem uma queda de 60,3% sobre os lucros de 2019.

No acumulado de 2020, a companhia reportou lucro líquido de R$ 210,25 milhões, queda de 72,5% ante 2019.

O resultado financeiro somou R$ 23 milhões no quarto trimestre, 3,6% menor na comparação com o trimestre anterior e 21,4% inferior na comparação com um ano antes. Nos doze meses acumulados do ano a queda foi de 37,8%, alcançando R$ 78,3 milhões.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a opções de investimentos de acordo com seu perfil. Invista em suas Escolhas

O faturamento bruto total do último trimestre chegou a R$ 559 milhões, aumento de 24% em relação ao terceiro trimestre de 2020. No ano, o indicador fechou em R$ 1,9 bilhão.

A Smiles informou ainda que o acúmulo de milhas no quarto trimestre apresentou crescimento de 25% em relação ao trimestre anterior e os resgates registraram aumento de 20%, totalizando 80% do volume na comparação com o mesmo período de 2019.

“As emissões de passagens também vêm se recuperando rapidamente, com 11% de aumento de um trimestre para o outro(4T20 vs 3T20)”, destacou a companhia.

Ebitda recua 58,8%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 197,01 milhões no quarto trimestre, queda de 58,8% comparado ao mesmo trimestre de 2019.

No ano, o Ebitda caiu 69,9%, com R$ 238,835 milhões no acumulado de 2020.

A margem Ebitda para o último trimestre de 2020 foi de 45,9%, queda de 46,98 pontos percentuais. No ano, a margem caiu 33,73 pontos percentuais, para 41,7%

Receita operacional

A receita líquida da Smiles atingiu R$ 211,16 milhões no quarto trimestre, queda de 16,6% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

Em 2020, a receita líquida foi de R$ 572,91 milhões, recuando 45,5% sobre a receita de 2019, com R$ 1,051 bilhão.

As receitas de resgates de milhas apresentaram aumento de 39,4% entre o terceiro e quarto trimestre, enquanto as receitas de breakage apresentaram um forte aumento, com crescimento de 92,7%.

As outras receitas totalizaram R$ 1,2 milhão no quarto trimestre versus R$ 2,0 milhões um trimestre antes, representando uma queda de 39,9% entre os trimestres e de 78,5% quando comparada ao mesmo período de 2019.

Confira os principais resultados financeiros do balanço da Smiles (SMLS3):