Sinqia (SQIA3) tem queda de 26% no lucro líquido do 3T20

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução / Facebook / Sinqia

A Sinqia (SQIA3) divulgou seu balanço do terceiro trimestre de 2020 nesta terça-feira (10), com lucro líquido de R$ 851 mil, o que representa uma queda de 25,8% em relação ao R$ 1,147 milhão reportado no mesmo trimestre de 2019.

Entretanto, na comparação com o segundo trimestre deste ano, o avanço foi de 46,7%.

O balanço anterior veio com lucro líquido de R$ 580 mil.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!


Divulgação / Sinqia

Ebitda da Sinqia tem recorde

O lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA, na sigla em inglês) foi recorde: R$ 8,798 milhões.

É uma variação de positiva de 46,3% na comparação com o mesmo trimestre de 2019.

Ademais, a margem EBITDA ajustada veio em 16,7%, contra os 13,0% do terceiro trimestre do ano passado.

O resultado é uma combinação de maior lucro bruto e menores despesas gerais e administrativas.

O lucro bruto registrou R$ 17,453 milhões, um avanço de 11,0% na comparação anual, graças ao setor de Software e Serviços.

As despesas gerais e administrativas caíram 12,5% na comparação anual, alcançando R$ 8,6 milhões e representando 16,1% da receita líquida total, o percentual mais baixo da série.


Divulgação / Sinqia

Pix

A Sinqia lembra que, no final do segundo trimestre, a empresa já havia superado a “fase mais aguda dos desafios relacionados ao novo coronavírus”.

A expectativa era de entregar resultados mais robustos. Eles vieram, com algumas novidades, segundo a empresa.

“Nossa solução para o Pix continua ganhando tração”, diz. “Inicialmente, focamos no desenvolvimento de um software para os participantes diretos, e no 3T20 estendemos o escopo para os indiretos, que são a maioria”.

Segundo a Sinqia, as oportunidades de venda da nova solução “são crescentes, mas continuamos acreditando que o maior potencial para surgirá em uma segunda onda, quando os participantes do Pix buscarem uma extensão da sua oferta de produtos financeiros, demandando novos softwares como, por exemplo, os de conta corrente, crédito, investimentos, entre outros”.

“E não é só potencial, já temos o primeiro case dessa tese”, informa.

Sobre os resultados do trimestre, a carteira de contratos continuou se expandindo e somou R$ 152,4 milhões.

É um crescimento de 1,3% sobre o trimestre anterior e de 8,6% sobre o terceiro de 2019.

Essa expansão está ancorada nas verticais de Bancos (72,2% do total) e Fundos (22,0% do total), ressalta a Sinqia.

“É ótimo saber que o Pix já vem contribuindo para a expansão, visto que uma das maiores vendas do período foi realizada para um cliente que adquiriu também a suíte bancária completa”, salienta.

Aquisição da Tree

A Sinqia é uma empresa que fornece tecnologia para o sistema financeiro.

No último dia 5 de outubro, concluiu a aquisição indireta da totalidade das ações da Tree Solution.

A Tree Solution é provedora de software para o sistema financeiro no Brasil, com foco no segmento de câmbio.

De acordo com a Sinqia, nos 12 meses encerrados em setembro, a empresa apresentou receita bruta de R$ 8 milhões.

O preço de aquisição inicial será de R$ 13,3 milhões.

Primeiramente, a Sinqia pagou um bom pedaço à vista: R$ 10,5 milhões.

O saldo será quitado a prazo, no valor de R$ 2,8 milhões, em cinco prestações anuais de R$ 560 mil.

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor daEQI Investimentos entrará em contato.