Simpar (SIMH3) registra lucro de R$ 96 milhões no 3TRI, alta de 45,2%

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.

Crédito: Simpar

A Simpar (SIMH3) reportou um lucro líquido de R$ 96 milhões no terceiro trimestre de 2020.

No mesmo período do ano anterior, a Companhia havia registrado lucro de R$ 66,1 milhões.

O resultado financeiro líquido foi uma despesa de R$ 155,7 milhões no terceiro trimestre de 2020. Em comparação a um ano antes, a queda foi de 21,1%.

Consulte os melhores diálogos e insights da Money Week.

Receita avança 18,5%

A receita líquida total atingiu R$ 2,6 bilhões, alta de 18,5% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

A receita líquida de serviços apresentou alta de 2,4% no ano, com R$ 1,82 bilhão.

Ao mesmo tempo, a receita líquida venda ativos avançou 15,8% sobre a base anual, registrando R$ 790,6 milhões.

“Apesar do impacto residual da crise em nossas operações no 3T20, acreditamos que o pior cenário ficou para trás, visto que desde abril a dinâmica dos resultados têm evoluído positivamente, destacou a Simpar.

Ebitda

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 587,5 milhões.

Os números refletem uma alta de 14,8% sobre o mesmo trimestre do ano anterior, com Ebitda de R$ 511 milhões.

A margem Ebitda alcançou 32,4% no trimestre, alta de 3,5 pontos percentuais sobre o mesmo trimestre de 2019.

Endividamento 

Em 30 de setembro de 2020, a dívida líquida ajustada da Companhia foi de R$ 7,63 bilhões. Um ano antes era de R$ 7,05 bilhões.

“Durante esse momento de incertezas geradas pelo impacto do Coronavírus, mantivemos o caixa reforçado no 3T20, suficiente para cobrir a amortização da dívida de curto prazo em 3,2x, atingindo mais de R$5,2 bilhões”, informou a Companhia.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebitda ajustado, foi reduzida de 3,9x no segundo trimetres de 2020 para 3,3x no terceiro trimestre deste ano, o menor índice nos últimos 10 anos.

Destaques da Simpar