Sequoia (SEQL3) tem prejuízo 48% maior no balanço do 1TRI21

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A Sequoia (SEQL3) registrou prejuízo líquido de R$ 3,68 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Um ano antes, a companhia havia registrado prejuízo de R$ 2,48 milhões.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

“O aumento do prejuízo deu-se principalmente pelo aumento das depreciações e das despesas financeiras, reflexo direto do aumento de contratos de aluguel alocados segundo o IFRS 16, provenientes das aquisições das controladas Direcional e Prime”, destacou a companhia.

Durante os três primeiros meses do ano, a Sequoia (SEQL3) realizou 10,8 milhões de entregas, sendo 1,1 milhão no segmento B2B e 9,7 milhões no segmento B2C, representando um crescimento de 37% quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

Sequoia (SEQL3): principais números do balanço do 1TRI21

Prejuízo líquido

  • Prejuízo 1TRI21: R$ 3,7 milhões
  • Prejuízo 1TRI20: R$ 2,5 milhões

Ebitda ajustado

  • Ebitda ajustado 1TRI21: 30,6 milhões
  • Ebitda ajustado 1TRI20: 12,4 milhões

Receita líquida

  • Receita 1TRI21: R$ 326,4 milhões
  • Receita 1TRI20: R$ 165,3 milhões

Ebitda cai 21,5%

O Ebitda Ajustado totalizou R$ 30,64 milhões no trimestre, um aumento de 146,3% quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

De acordo com a Sequoia (SEQL3), essa melhora foi impulsionada principalmente pelo aumento da receita líquida e redução relativa dos custo dos serviços prestados.

A margem Ebitda ajustado do 1TRI21 foi de 9,4% ante margem de 7,5% no balanço do 1TRI20.

Receita aumenta 97,5%

A receita líquida da companhia registrou aumento de 97,5%, atingindo R$ 326,44 milhões no 1TRI21.

Um ano antes, a receita da Sequoia (SEQL3) era de R$ 165,28 milhões.

No 1TRI21, o lucro bruto totalizou R$ 59,8 milhões, crescimento de 104% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A margem bruta ajustada foi de 18,3% no 1TRI21 vs 17,7% no 1TRI20.

Endividamento

Em 31 de março, a Sequoia (SEQL3) apresentava uma posição de caixa líquido de R$ 105,35 milhões ante uma dívida líquida de R$ 20,14 milhões no mesmo período do ano anterior.

Durante o primeiro trimestre, o índice de alavancagem passou de caixa líquido 0,2x para dívida líquida 0,8x.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3