Sentimento econômico melhora na zona do euro

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Unsplash

O índice de sentimento econômico da zona do euro subiu de 101,3 em dezembro para 102,8 em janeiro. O resultado ficou além do esperado pelos analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam que o indicador ficasse em 101,9.

O dado de dezembro foi revisado para baixo – era 101,5, ficou em 101,3.

A confiança do consumidor ficou inalterada em -8,1.

Aprenda hoje a investir em Small Caps e encontre as oportunidades escondidas na Bolsa.

O Índice de Clima de Negócios registou ligeiro aumento de 0,09 pontos, alcançando -0,23. Todos os componentes do indicador aumentaram: expectativas de produção, avaliação dos estoques, visão sobre a produção passada, novos pedidos e pedidos para exportação.