Semana de Indicadores Econômicos surpreende positivamente o mercado

Essa semana tivemos a divulgação de diversos indicadores econômicos importantes, e o melhor, todos vieram positivos, superando a expectativa do mercado. Vamos dar uma olhada rápida nos números e trazer pra vocês o que isso significa.

Leandro Castro
Leandro de Castro, componente do time de assessor de investimentos do Eu quero Investir, fascinado pelo mercado financeiro, por economia e principalmente como ela interfere em nossas vidas. Além de ser amante do mundo dos investimentos, sou extremamente apaixonado por ajudar as pessoas a investirem melhor os seus recursos financeiros. Sou graduado em Gestão Financeira, e credenciado na CVM pela ANCORD. Me mande um e-mail, ou me chame no whats app! O meu número é 47-99917 6435 e o meu e-mail é leandro.castro@euqueroinvestir.com
semana-indicadores

Foto: semana-indicadores

PMI – Resultado acima do esperado

O PMI de Novembro veio positivo e acima do esperado. Enquanto o mercado esperava um crescimento de 3,8% em relação ao mesmo período do ano anterior, o resultado surpreendeu e apresentou alta de 4,7%.

O PMI é o Indicador de Produção Industrial, ou seja, ele mensura o quanto as indústrias de determinado país produziram em determinado período.

Esse indicador é importante pelo que nos diz nas “entrelinhas”. Por exemplo, a indústria só produz se tem quem consuma seus produtos, então se a produção industrial aumenta, podemos vislumbrar um aumento no consumo.

Se o consumo aumenta de forma que a Produção Industrial também aumente, então temos um fator gerador de empregos, pois para aumentar a capacidade de produção as empresas precisam contratar mais, ajudando a reduzir o nível de desemprego.

Reduzindo o nível de desemprego, temos portanto, mais pessoas com dinheiro para consumir e pagar suas contas, reduzindo a inadimplência.

emprego

Por sua vez, o crédito fica mais barato, e crédito barato significa maior poder de compra e mais consumo, fazendo com que a produção aumente mais, tornando isso em um círculo vicioso.

[banner nome=”facebook”]

Se fizermos um estudo de várias crises que tivemos ao longo do século passado, veremos que o Indicador de Produção Industrial (PMI) foi um dos indicadores determinantes para selar o reaquecimento econômico dos países envolvidos em suas crises.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Vendas no Varejo

O indicador de vendas no varejo acompanhou o bom resultado apresentado pelo PMI e também surpreendeu positivamente em novembro.

O mercado aguardava um acumulado anual de 3,8%, mas o indicador já acumula 5,9%.

Se considerarmos o Varejo Ampliado, que inclui o consumo de bens duráveis, como automóveis, motocicletas e artigos de construção, o indicador subiu 2,5% apenas em Novembro, ante 0,3% esperados pelo mercado, mostrando bastante força do setor de construção civil e da indústria automobilística.

carros-motos-construcao

Segundo os analistas, esse indicador deve melhorar em 2018, pois deverá ser influenciado pela queda na taxa de juros e pela retomada na economia, apresentada em outros indicadores como vimos acima.

Setor de Serviços

O Setor de serviços também cresceu em Novembro. Porém, embora tenha crescido no mês de Novembro, no acumulado anual o indicador recuou 0,7%, também surpreendendo um mercado mais pessimista para o setor, que projetava uma queda de 1%.

Como isso influencia nos seus investimentos?

Com a recuperação dos indicadores econômicos, chegamos à conclusão que há uma sensível melhora na economia do nosso país.

Agora, devemos posicionar parte da nossa carteira em ativos que tendem a se beneficiar de um “Brasil pra frente”, mas ao mesmo tempo esse posicionamento deve ser adotado em ativos de fácil manobra, como por exemplo fundos de liquidez de até 30 dias.

Embora os indicadores estejam apresentando sinais de recuperação, temos alguns pontos que fragilizam essa recuperação apresentada por esses dados, como por exemplo o projeto de flexibilização da Regra de Ouro, o rebaixamento do rating soberano do país para BB- e também o imbróglio em torno das reformas que não avançam.

Portanto, ao mesmo tempo que os indicadores nos permitem assumir posições mais arriscadas em nossa carteira, temos que ser cautelosos ao fazê-lo.

Também é importante destacar que os investimentos que se beneficiam de um Brasil pra frente são investimentos com uma volatilidade mais elevada e consequentemente um risco e um prêmio por esse risco igualmente maior.

cautela

Para mensurar o risco da carteira, é recomendável o contato com um assessor de investimentos experiente para que ele possa te orientar nas alocações da sua carteira.

Lembre-se: O perfil do investidor é o principal balizador de “Quanto” alocar em cada ativo estratégico da carteira.

[banner id=”teste-perfil”]