Selic baixa: por que o crédito não ficou mais barato?

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.

Crédito: Stockvault

Entenda mais sobre a taxa Selic e por que os juros não reduzem na mesma proporção no mercado de crédito.

Taxa Selic: o que é?

Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira. A Selic é, também, um instrumento de política monetária determinado pelo COPOM (Comitê de Politica Monetária, do Banco Central), que visa controlar a inflação, ou seja, assegurar a estabilidade de preços. A Selic influencia todas as operações de crédito, como a dos empréstimos e dos financiamentos, entre outros.

A Selic é calculada através da média ponderada das transações interbancárias lastreadas em títulos públicos federais com prazo de um dia. Atualmente, a taxa Selic se encontra no menor patamar da história.

Fonte: Divulgação/ BACEN – Taxa Selic

Spread Bancário e a Selic

Como foi dito anteriormente, a Selic influencia todas as operações de crédito. Desta forma é o componente primário do spread bancário, pois determina o custo de oportunidade envolvido na operação. Mas o que é spread?

Spread é a a diferença entre o valor que o banco remunera o capital investido por terceiros e o quanto a instituição cobra em seus empréstimos. Por exemplo: o banco “X” capta a uma taxa de 5% ao ano e empresta o mesmo dinheiro por 20% ao ano. Logo, o spread é de 15% (20% – 5%).

Custo do dinheiro e a Selic

Para entender melhor a lenta e baixa redução nas linhas de crédito, é preciso destacar os motivos do custo elevado do dinheiro. A taxa Selic é apenas um dos componentes para formação de preço. Abaixo, alguns dos fatores que influenciam os empréstimos:

Inadimplência

O nível de inadimplência no país é elevadíssimo. Muitos brasileiros não conseguem honrar seus compromissos, atrasando ou deixando de pagar os empréstimos contratados. Como não se trata de uma ocorrência pontual, o prejuízo não pode ser absorvido sem maior impacto nas taxas de juros. A inadimplência é de longe o maior componente do spread bancário.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Selic e impostos no Brasil

A malha tributária no país é pesadíssima, ainda mais para a atividade de intermediação bancária, taxada de forma diferenciada. Além de outros tributos característicos da área. Enquanto a alíquota da CSLL para os bancos é de 20%, os demais setores da economia pagam 9%.

Essa taxação específica não beneficia a economia, pois concebe ineficiência na alocação de recursos, desestimula novos entrantes e dificulta o crescimento e a sobrevivência das pequenas empresas operantes.

Depósito compulsório

É uma das ferramentas do BACEN para assegurar a estabilidade financeira do país, pois restringe o nível de moeda disponível na economia e também serve como reserva de emergência para instituições financeiras.

Quando um indivíduo realiza um depósito no banco, parte do valor é recolhido pela instituição financeira na forma de um depósito compulsório. Assim, o Banco Central restringe o nível de alavancagem dos conglomerados financeiros.

Desta forma, o dinheiro recolhido compulsoriamente não pode ser emprestado, limitando a quantidade de linhas de créditos disponíveis. Mas o maior problema figura no fato da alíquota de depósito compulsório no Brasil ser alta em comparação com outros países. Isso diminui a quantidade de crédito ofertada pelas instituições financeiras e consequentemente como a demanda é maior que a oferta, pressiona os preços para cima.

Competição

Infelizmente, para o tomador de crédito, a concentração ainda é elevada nas grandes instituições financeiras. Assim, a baixa concorrência contribui para que as taxas de juros permaneçam altas.

Nos últimos anos, houve redução na concentração de crédito bancário no país. Entretanto mais de 80% das operações de crédito foram realizadas pelos 5 maiores bancos do Brasil.

Fonte: Divulgação/ BACEN –

Insegurança Jurídica

A antiga piada de que no Brasil até o passado é incerto encaixa-se perfeitamente no contexto vivenciado nos últimos anos. Acompanhamos o STJ voltar atrás em suas decisões, vimos o governo oferecer benefícios para empresas se instalarem em determinada região e depois retirar tais incentivos e por aí vai. Acontecimentos como esses acabaram gerando insegurança no empresariado e nos investidores.

Sobretudo quando a jurisprudência se desvia da lei, há tendência de alterar o comportamento dos agentes em novos contratos, podendo encarecer ou até inviabilizar certas transações.

Conclusão

O valor do crédito não reduziu na mesma proporção que a Selic porque é composto por diversos aspectos conforme foi elencado anteriormente. Essas particularidades corroboram para o descolamento da taxa Selic e das demais taxas praticadas no  mercado brasileiro.

Para o Brasil alcançar níveis de crédito mais baratos, será necessário, além de reduzir a taxa Selic, executar reformas estruturais profundas, diminuir a alíquota dos recolhimentos compulsórios – adotar medidas mais atuais, implementar políticas que auxiliem aos tomadores manterem-se adimplentes, reduzir a malha tributária, estimular a queda de barreira de entrada fomentando a competição e o aumento de participantes expressivos, além de propiciar segurança jurídica para as empresas. Mas até lá continuaremos a acompanhar esse descolamento entre a taxa Selic e o crédito.

 

LEIA MAIS:

Tesouro Selic: tudo o que você precisa saber para começar a investir

 

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.