Segundo estudo, há muitos diamantes no mercado mas poucos compradores

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução / Pixabay

A consultoria de administração americana, Brain & Company divulgou um estudo nesta quarta (11). Há no momento um excesso de diamantes no mercado para venda, mas poucos compradores dispostos a realizar a compra. Segundo a Brain & Co, em reportagem a Bloomberg, essa grande oferta de diamantes achata os preços no mercado. A previsão é de que a situação perdure mais um ano.

Mas, ainda assim não será grande a alta. Ainda segundo a reportagem, o financiamento dos bancos para os compradores de gemas brutas deve continuar a cair em 2020.

A grande oportunidade de crescimento e reequilíbrio do setor será em 2021, segundo a consultoria Brain & Co. Recentemente, a De Beers, conglomerado de empresas envolvidas na mineração e comércio de diamantes reduziu seu plano de expansão de produção. O que acende o alerta, de que outras mineradores também possam fazer o mesmo, devido a baixa demanda do produto.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374