Saques na poupança superam depósitos pelo 2º mês seguido e somam R$ 245,6 bi

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

O Banco Central informou nesta quinta (4) que os saques em poupança superaram os depósitos pelo segundo mês consecutivo – janeiro e fevereiro.

De acordo com o relatório do BC, as retiradas somaram R$ 245,656 bilhões em fevereiro, enquanto os depósitos ficaram em R$ 239,824 bilhões. Isso fez com que o saldo do recurso fechasse o mês negativo em R$ 5,832 bilhões.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Apesar do déficit, houve queda no comparativo com o primeiro mês do ano. Segundo o Banco Central, em janeiro foi registrada a maior retirada da história, com o saldo ficando negativo em R$ 18 bilhões.

A Poupança registrou a maior saída líquida para um mês de fevereiro desde 2016, quando fechou com déficit de R$ 6,638 bilhões.

Os especialistas apontam que boa parte da debandada de valores da Poupança em janeiro e fevereiro é por conta do aumento dos gastos com material escolar e impostos típicos de início de ano, como IPVA e IPTU.

Volume total

Diante do saldo negativo de fevereiro, o volume total aplicado também registrou queda. Em dezembro do ano passado, o saldo total era de R$ 1,035 trilhão e, agora em fevereiro, baixou para R$ 1,014 trilhão.

A conta leva em consideração, além dos depósitos e dos saques, os rendimentos creditados nas contas dos poupadores. Em fevereiro, eles somaram R$ 1,540 bilhão.

Poupança bateu recordes em 2020

A pandemia do novo coronavírus acabou sendo um fator importante para a Poupança bater recordes em 2020, já que muitos utilizaram a aplicação para colocar os valores recebidos no auxílio emergencial, pago entre abril e dezembro.

O fim do benefício (que pode voltar), inclusive, é apontado como outro fator pelos especialistas para o aumento no número de retiradas da Poupança nos dois primeiros meses de 2021.

Como calcular o rendimento?

A taxa Selic, atualmente em 2% ao ano, acabou transformando a Poupança em uma aplicação nada atraente.

O cálculo para saber qual o rendimento mensal é simples: se a Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano (como é o caso), o rendimento anual é de 70% da taxa + a Taxa Referencial, calculada pelo BC.

Muitos investidores têm trocado a segurança da Caderneta, que hoje gira em torno de 1,4% ao ano, por outra aplicação considerada de baixo risco: o Tesouro Direto. E você pode entender melhor as diferenças entre elas clicando aqui.

 

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.